Projetos

Gerenciamento de Projetos

Vc ama seus filhos? Não deixe que tomem refrigerantes.


Fonte: A Melhor Água Blog

Você tomar refrigerantes, ou pior, deixa que seus filhos tomem?

1º – Você está ingerindo açúcar em excesso!

Uma lata de Coca-Cola contém mais do que 100% das nossas necessidades diárias de açúcar. Ou seja, você está forçando seu fígado a converter o açúcar em gordura o que ocasionará uma sensação momentânea de prazer. Contudo, não se deixe levar pelo prazer, pois depois de algumas horas você estará irritado e com sonolência, tudo devido à inocente latinha que você tomou.

2º – Você poderá ter osteoporose precocemente.

Estudo realizado na Alemanha descobriu que o aumento da osteoporose nas crianças a partir dos dez anos se dava ao consumo excessivo de Coca-Cola. Isso porque o ácido fosfórico presente nesta bebida é capaz de dissolver uma unha em quatro dias, e corroer um osso em uma tigela em apenas dois dias. Imagina o que ela pode fazer com o seu corpo no decorrer dos anos.

3º – Cuidado com a gastrite!

Se você tem problemas de gastrite ou sente um ardor no estômago, saiba que tomar Coca-Cola será o golpe fatal, pois na Coca existe uma substância chamada ácido cítrico capaz de tirar manchas de roupa e combater a ferrugem, além do que nos EUA os guardas que fazem patrulha nas estradas, carregam galões de Coca para limpar vestígios de sangue decorrentes de acidentes. Será que o ácido é nocivo?
Hoje já é mais do que notório, que a alimentação ácida produz o ambiente ideal para o desenvolvimento do câncer, e de outras doenças. Para ter saúde é imprescindível ter uma alimentação alcalina que é o oposto do ácido. A coca cola e os refrigerantes são por excelência os alimentos mais ácidos que existem, e portanto pré dispõem o corpo humano ao aparecimento de doenças de entre as quais o câncer.

Outras Consequências da Ingestão do Refrigerante

1 – Envelhecimento acelerado
Normal, diet, light ou zero, todos os refrigerantes de cola contêm fosfato, ou ácido fosfórico, um ácido que dá ao refri seu sabor típico e aumenta seu tempo de prateleira. Embora ele exista em muitos alimentos integrais, tais como carne, leite e nozes, ácido fosfórico em excesso pode levar a problemas cardíacos e renais, perda muscular e osteoporose, e um estudo sugere que poderia até provocar envelhecimento acelerado.
O estudo, publicado em 2010, descobriu que os níveis de fosfato encontrados em refrigerantes fizeram com que ratos de laboratório morressem cinco semanas mais cedo do que os ratos cujas dietas tinham níveis normais de fosfato. Pior ainda é a tendência preocupante dos fabricantes de refrigerantes de aumentar os níveis de ácido fosfórico em seus produtos ao longo das últimas décadas.
2 – Pode causar câncer
Em 2011, a instituição sem fins lucrativos Centro de Ciência para o Interesse Público solicitou à Administração de Alimentos e Drogas americana para proibir o corante artificial caramelo usado para fazer Coca-Cola, Pepsi e outros refrigerantes marrons. O motivo: dois contaminantes na coloração, 2-metilimidazole e 4-metilimidazol, que já causaram câncer em animais. De acordo com uma lista proposta na Califórnia de 65 de produtos químicos conhecidos por causar câncer, apenas 16 microgramas por pessoa por dia de 4-metilimidazol é o suficiente para representar uma ameaça de câncer. Qualquer refrigerante (normal, diet, zero) contêm 200 microgramas por 570 ml.
3 – Dentes podres e problemas neurológicos
Nos EUA, dentistas até deram o nome de um refrigerante (boca “Mountain Dew”) para uma condição que eles veem em um monte de crianças que o bebem demais. Elas acabam com a boca cheia de cáries causadas por níveis de açúcar em excesso.
Além disso, um ingrediente chamado óleo vegetal bromado, ou BVO, adicionado para evitar que o aroma separe-se da bebida, é um produto químico industrial usado como retardador de chamas em plásticos. Também encontrado em outros refrigerantes e bebidas esportivas baseados em citros, o produto químico tem sido conhecido por causar distúrbios de memória e perda nervosa quando consumido em grandes quantidades. Os pesquisadores também suspeitam que o produto químico se acumula na gordura do corpo, podendo causar problemas de comportamento, infertilidade e lesões nos músculos do coração ao longo do tempo.
4 – Latas tóxicas
Não é apenas o refrigerante que causa problemas. Quase todas as latas de alumínio de refrigerante são revestidas com uma resina chamada bisfenol A (BPA), usada para impedir os ácidos do refrigerante de reagir com o metal. BPA é conhecida por interferir com os hormônios e tem sido associada a tudo, de infertilidade a obesidade a algumas formas de câncer. E, enquanto a Pepsi e a Coca-Cola estão atualmente envolvidas em uma batalha para ver qual empresa pode ser a primeira a desenvolver uma garrafa de plástico 100% baseada em plantas que elas estão divulgando como “sem BPA”, nenhuma empresa está disposta a retirar a substância das latas de alumínio.
5 – Poluição da água
Os adoçantes artificiais utilizados em refrigerantes diet não quebram em nossos corpos, e nem o tratamento de águas residuais consegue separá-los antes que entrem nos cursos de água. Em 2009, cientistas suíços testaram amostras de água tratada, rios e lagos na Suíça e detectaram níveis de acessulfame K, sucralose e sacarina em todos, substâncias usadas em refrigerantes diet. Um teste recente em abastecimentos de água municipal nos EUA também revelou a presença de sucralose em todos os 19 estudados. Não está claro ainda o que esses níveis encontrados podem fazer com as pessoas, mas pesquisas anteriores concluíram que a sucralose em rios e lagos interfere com os hábitos de alimentação de alguns organismos.

O Que Acontece com Seu Corpo Depois você tomar uma Lata de Coca-Cola:

1. Primeiros 10 minutos

Você ingere aproximadamente 10 colheres de chá de açúcar, o que equivale a 100% da quantidade diária recomendada pelos nutricionistas. Inclusive, você só não vomita todo esse açúcar porque o ácido fosfórico mascara o seu sabor.

2. 20 minutos

Uma explosão de insulina atinge seu corpo, pois nesse momento acontece o pico de açúcar em sua corrente sanguínea. O seu fígado tenta transformar toda essa quantidade em gordura.

3. 40 minutos

A absorção da cafeína está completa. Com isso, suas pupilas se dilatam, sua pressão arterial sobe e os receptores de adenosina de seu cérebro são bloqueados, o que impede que você tenha sono.

4. 45 minutos

O pulo do gato está aqui: é neste momento que seu corpo aumenta a produção de dopamina, o que estimula os centros de prazer do seu cérebro.

5. Até 60 minutos – parte 1

O ácido fosfórico “prende” o cálcio, o magnésio e o zinco no seu intestino grosso, provocando um aumento em seu metabolismo.

6. Até 60 minutos – parte 2

Começa a função diurética da cafeína, fazendo você realmente ter vontade de fazer xixi. Você também vai eliminar o cálcio, o magnésio e o zinco que deveriam ir para seus ossos, junto com água e sódio.

7. 60 minutos

Nessa altura do campeonato, você vai ter eliminado toda a água que ingeriu com a Coca-Cola e começa a ter um “choque de açúcar”. Você pode se tornar mais lento e mais irritado.

Anúncios

outubro 25, 2015 Posted by | Dicas, saúde | , , | Deixe um comentário

Dica de Jardim. Como Escolher Seu Aparador de grama


Fonte: Blog Bandai

Se você possui sua própria casa, você vai precisar comprar um cortador de grama em algum momento. Ou seja, a menos que você tenha a sorte de ter um jardineiro, ou tenha dedicado toda a sua área para criar um jardim Zen perfeito. Escolher qual cortador de grama comprar pode ser um desafio empolgante ou uma tarefa desconcertante. Não importa como você veja essa tarefa, existem vários fatores importantes a ter em consideração antes de fazer a compra.

Carretel ou giratório?

O manual de carretel fará seus vizinhos felizes, pois geralmente não tem motor, por isso eles são muito silenciosos e não poluentes. Eles consistem em uma lâmina fixa que corre paralela ao chão e um cilindro rotativo com várias lâminas em anexo. Quando o cilindro gira, as lâminas de corte entram em interseção com a lâmina fixa, e a grama é cortada. Os manuais de carretel têm a vantagem de serem silenciosos e ecológicos. Eles são baratos, quase livres de manutenção e proporcionam um corte maior na lâmina. A desvantagem, naturalmente, é que é duro o trabalho de cortar com um cortador de carretel. Eles estão disponíveis com motor, mas são muito caros, por isso a menos que você corte uma grande área verde, eles provavelmente não valerão o custo.

timthumb.php

Elétrico, a gasolina ou movido a bateria?

Se você está preocupado com o meio ambiente e tem um gramado pequeno, os cortadores elétricos ou movidos a bateria são o melhor caminho a seguir. Os cortadores elétricos são alimentados por uma tomada padrão. Você vai precisar de um fio de extensão muito longa, para serviços pesados. Por esta razão, cortadores elétricos não são práticos para médios ou grandes gramados. Outra desvantagem é a dificuldade de cortar com um fio no caminho. A segurança também pode ser uma preocupação — passar sobre o cabo de alimentação é muito perigoso.

Cortadores de bateria, tal como o nome sugere, são alimentados por uma bateria de grande porte, que fica situada em cima da plataforma da segadeira. A principal desvantagem deste tipo é o fato de que a maioria das baterias dura apenas uma hora com uma carga completa. Se seu gramado leva mais de uma hora para cortar, você precisará comprar uma bateria sobressalente. Ambos os cortadores elétricos e movidos a bateria são menos caros do que a maioria dos cortadores a gasolina.
Cortadores a gasolina são a opção mais comum para a casa própria – você os reconhece pelo barulho alto ecoando pelo bairro. Embora mais barulhentos, eles são mais rápidos e podem ser mais fáceis de usar. Os modelos mais fáceis de usar são os cortadores a gasolina automotrizes — tudo que você precisa fazer é orientar a máquina. Cortadores com motor a gasolina vêm em duas variedades — dois tempos e quatro tempos. Os motores de quatro tempos não poluem tanto quanto os motores de dois tempos, e não necessitam que o combustível seja misturado antes de ser colocado no tanque.

Coletor ou de descarga?

Se você fez a opção por um cortador rotativo, você precisa decidir se prefere coletor ou de descarga. Um cortador com um saco acessório, coleta a grama cortada. Você pode então adicioná-la à sua compostagem, ou jogá-la no lixo. Um cortador de descarga corta cada folha de grama por diversas vezes, e transforma os restos em uma cobertura muito fina que pode ser deixada no gramado sem danificá-lo. Estes cortadores são mais rápidos, porque você não precisa parar a cada ciclo e esvaziar o saco. No entanto, eles são mais caros do que os coletores. Aliás, deixar os pedaços de grama sobre o seu gramado não causa colchão – apenas evita a luz solar de alcançar a grama que está coberta por eles.

Cavalos de força.

Ah, sim — a verdadeira razão para comprar um cortador de grama — tanta força quanto você possa precisar, e provavelmente muito mais! No entanto, não se deixe seduzir pelo cortador com o motor mais potente. Você só vai pagar mais por um recurso que você nunca vai usar. Em geral, se o gramado é bastante nivelado, e a grama não é muito densa, você pode conviver com um cortador de grama cuja potência esteja na extremidade inferior do espectro. Se você tem área acidentada, e de grama grossa, você pode querer um pouco mais de força.

Deck.

O deck é o corpo da máquina, é em cima dele que a bateria ou o motor se assenta. O aço é o material mais durável, mas os de alumínio e de plástico são mais leves e menos dispendiosos.

De Montar ou empurrar?

Se você tem um gramado de mais do que um acre de tamanho, ou você tem limitações físicas, você pode querer comprar um cortador de montar. Eles têm uma lâmina rotativa debaixo de uma plataforma, situada abaixo do centro da máquina. O cortador de montar vai custar muito mais do que um cortador de empurrar, mas o tempo que você vai economizar pode valer a pena, e o preço.

Preço, Suporte e Garantia

Você não precisa comprar os cortadores de grama mais caros do mercado, em razão do nome ou marca. Também não é recomendável comprar equipamentos muito baratos, importados da china ou similares, sem suporte ou garantia no Brasil. Existem excelentes máquinas, com excelentes preços, garantia e frete grátis no Brasil.

Sugestões:

Uma das marcas com melhor custo/benefício que existem  é a Poulan Pro. Se você quer a melhor correlação custo/benefício no Brasil, sugerimos os produtos da Bandai (cujo conjunto: suporte nacional, preço e garantias são imbatíveis). As Promoções de Vendas que antecedem o final do ano são ideais para os melhores negócios. Existem ainda outras excelentes marcas que podem ser utilizadas para manter seu jardim da melhor forma possível, como os da Husqvarna, Stihl ou Tekna. Você pode pesquisar por estas marcas na internet ou acessar os melhores preços nestas lojas: HSFloresta e Jardim, BSSMáquinas

outubro 7, 2015 Posted by | Dicas, faça-você-mesmo, jardinagem | , , | Deixe um comentário

Dicas para Melhorar Sua Produtividade


Fonte:Gazeta do Povo – Empreender PME

Você sente que nunca tem horas suficientes no seu dia para fazer tudo o que você precisa? A boa notícia é que você não é o único com questões de produtividade. Não sei você, mas eu tenho um monte de pepinos para resolver. Eu costumava ter e-mails brotando igual mato na minha caixa de entrada, uma lista de tarefas quilométrica e aquelas ideias de negócios, uma delas que eu estive pensando em começar por fora há quatro anos, implorando pela minha atenção…

Ok, esse último eu ainda não consegui resolver, mas pelo menos eu melhorei na parte de controlar o monstro de duas cabeças dos e-mails e do gerenciamento de tarefas. E é assim que você também pode se tornar um ninja da produtividade:

Passo 1: mude a sua mentalidade

Esqueça a gestão do tempo e pense sobre o fluxo de trabalho (workflow) e gerenciamento de energia. Temos 100 mil bilhões de neurônios, mas só podemos manter sete coisas na nossa cabeça ao mesmo tempo. Isso significa que você precisa tirar coisas da sua cabeça e colocá-las em um sistema. No Unreasonable Institute usamos o Asana, mas eu também adoro o Smartsheet para a gestão de projetos; também já usamos o Trello e até mesmo o velho e bom sistema de papel e caneta (apesar de eu achar que os perco mais facilmente).

Escolha um sistema e fique com ele.

Passo 2: lembre-se de que checar o e-mail não é o seu trabalho

Pode ser tentador dar uma olhada no seu e-mail à procura de coisas mais fáceis ou interessantes para fazer, mas isso só suga o tempo que você deveria estar dedicando a outras prioridades. Além disso, geralmente isso produz muito pouco em termos de resultados concretos. Então trabalhe na implantação das seguintes estratégias de gestão de e-mail:

Desligue as notificações

Aquelas coisas que aparecem no canto da tela são mais viciantes que crack e tão distrativas quanto, para terminar de fazer as coisas.

Verifique se o seu e-mail 3 vezes ao dia

Limite o número de vezes que você checa a sua caixa de entrada, assim você vai ser mais eficiente na hora de responder aos e-mails. Eu verifico o meu às 9h, às 12h e às 16h todos os dias. Aqui está um desafio: tente reduzir isso a apenas uma vez por dia (isso ainda é ninja demais para mim, mas é aonde quero chegar!). E, a propósito, verificar seu e-mail constantemente é TOC (transtorno obsessivo compulsivo)!

Reduza sua caixa de entrada a zero todos os dias

O Email Game da Baydiné uma maneira divertida e rápida de fazer isso. Passe entre 15 e 30 minutos usando esse programa para garimpar os seus e-mails.

Avise as pessoas sobre os seus hábitos de e-mail

Por exemplo, adicione uma observação à sua assinatura dizendo: “Eu leio e-mails uma vez por dia. Se for urgente, me ligue!”

Só mande e-mails para quem realmente precisa vê-los

Isso significa reduzir o número de Cópias e Cópias Ocultas que você manda, afinal, da mesma forma, você não quer desperdiçar o tempo dos outros.

Use abreviaturas

Se você conseguir colocar toda a sua mensagem na linha de assunto, faça isso! E coloque EOM depois, o que significa end of message ou “fim da mensagem”. Se o e-mail só traz informações de que os destinatários precisam saber, coloque PSC no final do seu e-mail, geralmente no corpo. Isso significa “para seu conhecimento” e indica que a pessoa não precisa responder.

Leia newsletters uma vez por semana.

Crie uma pasta separada contendo todas as newsletters que você assina e não a abra até que você tenha tempo para se sentar e ler tudo.

Não use sua caixa de entrada como uma lista de afazeres

Quando você recebe um e-mail, tem as seguintes opções:

– Excluí-lo;

– Delegá-lo, ou seja, encaminhá-lo para outra pessoa para que ela lide com ele;

– Respondê-lo — se achar que isso levará menos de 2 minutos, faça-o imediatamente;

– Adiá-lo, isto é, colocá-lo na sua agenda para resolver mais tarde ou usar o ferramentas como o Boomerang para que o e-mail volte para a sua caixa de entrada mais tarde;

– Ou colocá-lo no seu sistema de gerenciamento de tarefas.

Passo 3: use estes truques

Use estes truques para resolver tudo de forma mais fácil:

Engula o sapo!

Isso significa fazer a coisa mais difícil primeiro. E também significa combinar o seu nível de energia com a demanda do trabalho. Eu sempre agendo minhas tarefas mais difíceis para os primeiros horários da manhã, pois é quando tenho energia suficiente para enfrentá-las, deixando as tarefas mais fáceis para a tarde.

Cronometre suas tarefas

Se a tarefa é difícil, você tem duas opções:

1. Ligue o cronômetro e trabalhe nela por um período específico de tempo;

2. Identifique uma tarefa e trabalhe nela por 10 minutos e faça uma pausa de 2 minutos; em seguida, fique em uma outra tarefa por 10 minutos e fala outra pausa de 2 minutos — faça isso por cinco vezes e você terá começado cinco grandes projetos. Ou você pode fazer isso com um único projeto.

Reduza seu tempo cinza

Seu tempo pode ser definido como branco, preto ou cinza. O branco se refere ao tempo passado com amigos e família, quando você está fazendo as atividades que não são relacionadas ao trabalho. O preto refere-se ao tempo passado trabalhando e resolvendo suas tarefas. E, por último, o cinza se refere ao tempo gasto entre os dois, o que deve ser evitado — trabalhar no seu laptop enquanto assiste à TV definitivamente é tempo cinza.

Sendo assim, escolha: você deve ou trabalhar ou assistir a TV — fazer os dois não é nem relaxante nem produtivo. Separe de forma clara o seu tempo e espaço entre vida profissional e a vida doméstica.

Configure os sistemas de comunicação

Isso é especialmente importante em um escritório aberto, porque é fácil ser interrompido ou interromper os outros. Para evitar que isso aconteça, definia limites sobre quando você está disponível e quando não está. Coloque os fones de ouvido ou invente uma maneira divertida de dizer “não perturbe” (por exemplo, usando um chapéu vermelho).

Trabalhe em etapas

Faça todos os seus calls, por exemplo, em conjunto, mesmo que estejam divididos entre projetos diferentes.

Agende uma “reunião para uma pessoa”

Reserve uma sala de reuniões para utilizar sozinho ou vá a um café e concentre-se no que você precisa fazer. Esse é seu tempo reservado para focar.

Organize as suas listas de tarefas pelo contexto delas

Por exemplo, suas listas podem ser divididas em: 1) Lista de calls; 2) lista de afazeres de casa; 3) lista de afazeres do trabalho; e 4) lista de e-mails para enviar.

Ligue o modo chefe

É tentador se sentir constantemente pressionado a “fazer”, mas, sendo da liderança, às vezes você precisa parar de fazer para pensar. Tire um tempo (eu faço isso no final do dia ou durante a manhã) para olhar para o dia ou a semana anterior, rever projetos e ações e quebrar os grandes projetos em tarefas gerenciáveis (por exemplo: se você está saindo de férias, pesquise online, verifique os preços, reserve e pague).

Saiba que você sempre vai ter mais para fazer do que você consegue

Você sempre terá mais demanda do que tempo, e você sempre vai querer colocar as mãos em tudo. Mas você não consegue fazer isso — ninguém consegue, mesmo que algumas pessoas pareçam poder. Por isso, trabalhe de forma eficiente, descanse bastante e tire um tempo para curtir. Já dizia James Howell: ““Trabalho sem diversão faz de Jack um bobalhão”.

junho 1, 2015 Posted by | Dicas, GTD, Produtividade | Deixe um comentário

“Minha Casa, Minha Vida” irá causar uma das piores crises no Brasil


Fonte: OgroDaFloresta

Alerta: Crise a Vista no Brasil. Dicas de sobrevivência.

Estamos no limiar do início da descida de um gráfico, semelhante a uma curva de sino, ocasionada pela bolha especulativa imobiliária causada por uma euforia imobiliária causada pelo financiamento irresponsável de um programa Federal chamado ‘Minha Casa, Minha Vida’.
O fato é que os imóveis, vendidos na planta, começaram a ser entregues agora. E é neste momento que as empresas recebem a maior parte do pagamento pelos empreendimentos, repassados ao sistema financeiro privado. Mas a Caixa-Econômica – seguindo a cultura corporativa de um governo que prima a política ideológica ao invés da técnica e bem_valia – fez uma distribuição eleitoral destes financiamentos. O resultado? Centenas de milhares de financiamento negados, pois as pessoas que compraram não tem como pagar aos bancos. Mais da metade dos imóveis adquiridos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’ não vão ter sequer a primeira parcela paga.
Isto vai causar, a princípio, uma quebra generalizada de Construtoras, Incorporadoras e Imobiliárias. O preço dos imóveis vai cair abaixo do preço que antecedeu a bolha especulativa, o valor dos alugueis vai subir, o desemprego aumentar e podemos esperar uma crise de crédito generalizada. Com isto a previsão de taxa do crescimento para o PIB, que já está baixo, provavelmente vai cair ainda mais para 2015, elevando o risco país e afastando investidores. E o governo, para manter o dinheiro estrangeiro, irá usar a velha (e tosca) fórmula de aumentar a taxa de juros. Nossa dívida interna, que já superava 2.2 trilhões em 2013, irá disparar nos próximos meses.
Com a escassez de liquidez no mercado, aumento de taxa de juros e endurecimento das linhas de crédito pelos bancos, o dinheiro inevitavelmente irá ficar mais caro no Brasil (oferta e procura). Os juros bancários irão aumentar e grande parte da população passará a pagar juros ainda maiores aos bancos (o que é um absurdo num país que absorveu o péssimo hábito de comprar parcelado como cultura, e onde os juros compostos de crédito ultrapassam os 1000% ao ano). Os bancos irão lucrar como nunca.
O Banco Central será obrigado a intervir e uma das principais medidas será a de emitir mais moeda no mercado; isto fará com que as moedas em circulação tenham menor valor e trará novamente um reajuste desordenado de preços. Aposto numa perigosa inflação de preços, já na primeira metade de 2015, que será uma das preocupações do governo nos próximos anos.
Sabendo disto, algumas dicas:

  1. Se tiver algum imóvel pra vender, faça-o agora; guarde o dinheiro e tenha liquidez na crise para fazer excelentes negócios;
  2. Se gosta (e sabe) investir em ações, títulos da dívida pública federal são um bom negócio… Acredito que NTN’s e LTN’s irão – necessariamente – valorizar para atrair dinheiro estrangeiro. Ações de bancos como o HSBC ou SANTANDER também serão atrativos (fuja do Banco do Brasil e Caixa-Econômica Federal);
  3. Títulos estáveis, cuja procura aumenta exponencialmente nas crises, também irão valorizar (o ouro, por exemplo, já está em franco processo de valorização);
  4. FUJA de financiamentos de longo prazo.
  5. Se você tem algum comércio ou negócio, é sempre bom repetir: Estamos no momento de VENDER, não de COMPRAR. Liquidez nos próximos meses vai valer ouro.
  6. Para aqueles que trabalham com vendas de produtos de alta rotatividade, mas com quase ou nenhum estoque: Vamos entrar num túnel de inflação e uma pequena reserva de produtos poderá alavancar seus lucros, compensando a inevitável queda nas vendas.
  7. Aumentem a análise de crédito: O primeiro sintoma a ser notado é que o valor das vendas vai cair e os parcelamentos vão aumentar… O trem nunca para de uma vez só, e parcelamentos mais longos e em valores menores indicam que logo vc vai estar sofrendo com a inadimplencia de muitos clientes.
  8. Evite a qualquer custo o endividamento em moeda estrangeira (Dolar, Libra ou Euro). O Real vai, inevitavelmente, desvalorizar. Se estiver planejando viajar no final do ano, compre dólar o quanto antes (armazenando em um cartão como o Confidence ou similar… Uma outra alternativa é o BitCoin, que não está sujeito a IOF e tem uma taxa de conversão bem menor);

Notícias Correlatas

Saiba mais: http://www.ogrodafloresta.com.br/2014/05/20/alerta-crise-a-vista-no-brasil-dicas-de-sobrevivencia/#ixzz32JfHyZx0
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

maio 21, 2014 Posted by | artigo, Dicas, Dinheiro | , , | Deixe um comentário

Uso intensivo de processador no Mac Book Air – No calor seu Mac pode virar um PC


Recentemente percebi que o uso do processador do meu MacBook Air – processo ” Kernel_Task ” – estava acima dos 100%, chegando a 150% do uso da máquina. O resultado é que ficava impossível usar qualquer aplicativo no computador.

Ocorre que estamos entrando no verão (ontem estava 31º C) e também percebi que a máquina estava extremamente quente. Observe-se que em virtude do tamanho reduzido a ventoinha de resfriamento da mac air é bastante pequena, existe pouco espaço para dissipar o calor e quase nenhuma entrada de ar no aparelho. 

Também é fato que os computadores (principalmente laptops) da Apple esquentam bastante mais que os PC’s, por uma série de razões. BINGO!! Descobri o problema da lentidão e uso extremo do processador no meu MacBook Air… Fui na geladeira, coloquei alguns cubos de gelo em um saco plástico, fechei bem e coloquei embaixo da máquina para testar minha teoria: Assim que o computador esfriou o uso de processamento do ‘kernel_task’ caiu para 5% (!!!).

A pergunta é: O que acontece?

Simples: O ‘kernel_task’ é responsável, entre outras coisas, pelo gerenciamento do processador no Mac… No caso de aquecimento extremo, por segurança (para evitar a queima do processador) , ele corta metade da velocidade do clock para que o computador esfrie. O desempenho do Mac Air cai de 1.67Ghz para 800Mhz… Mas isto não é tudo: Se ainda assim a máquina continuar quente (e isto ocorre com bastante frequencia) o ‘kernel_task’ irá inserir ‘pausas’ no processador para forçar o esfriamento e evitar que a máquina queime. 

O resultado é um monte de intervenções prioritárias no kernel da máquina (com um alternar constante de 1.67ghz para 800mhz ou inserção de pausas no processador), diminuição de velocidade e desempenho reduzido. Ou seja, no calor do inferno seu Mac vira um PC.

Como resolver o problema?

Se você não pode ir para a Islândia ou colocar sua máquina do lado do ar-condicionado, seguem algumas dicas simples:

1) Evite trabalhar com seu computador em superfícies de tecido (sofás, camas, etc). Se o fizer lembre de deixar um espaço embaixo do computador para entrada de ar (sim, parece incrível, mas a entrada da ar do MacBook air é embaixo do aparelho);

2) Evite o uso do Flash (não era balela do Jobs, não: O Flash acessa o processador de maneira desproporcional, aumenta o uso da CPU e esquenta ainda mais o aparelho… Esta é uma das razões pelas quais diminuí o tempo da bateria). O uso de um aplicativo para controlar e/ou desligar o Flash é interessante… Vale a pena dar uma olhada no FlashFrozen.

3) Considere instalar um gerenciador para aumentar a velocidade da ventoinha de resfriamento de sua máquina… O smcFanControl é a melhor alternativa que encontrei disponível.

4) Faça como eu e coloque seu computador em cima de cubinhos de gelo.


dezembro 21, 2011 Posted by | artigo, Dicas | , , , , | 4 Comentários

Saiba como manter um jardim saudável com dicas práticas de adubação


fonte: América Blog

As opções para fertilizar a terra são variadas, de restos de alimentos submetidos a um processo de compostagem a minerais concentrados. O importante é saber como, quanto e quando usar

Manter um jardim em casa é uma atividade prazerosa, mas que pode se tornar frustrante se alguns cuidados não forem tomados, ainda mais quando o assunto é adubação. Por isso reunimos dicas de quatro especialistas sobre compostagem, fertilizantes e cuidados para fazer suas plantas crescerem fortes e saudáveis e ficarem bonitas o ano todo. Veja abaixo:

– A compostagem é um método já conhecido e fácil de fazer em casa com a transformação de restos de alimentos em adubo natural. Cascas de frutas, legumes e verduras, coadores de café, saquinhos de chá, casca de batata, são exemplos de alimentos que podem ser utilizados para sua produção. Esses adubos naturais são excelentes repositores de nutrientes e sais minerais para as plantas, vasos e jardins

– Se usar fertilizantes foliares, aqueles diluídos em água e borrifados nas folhas, nunca os aplique em plantas que recebem sol diretamente; deixe para aplicar o produto no fim da tarde (a partir das 16h) ou passe o vaso para um local sombreado por dois a três dias. Assim, os sais serão absorvidos pelas folhas junto com a água, caso contrário, o sol evapora e a água concentra os sais nas folhas, provocando queimaduras, desidratação, ou manchas nas folhas;

– Dê preferência sempre a fertilizantes orgânicos, tais como: pó de serra, lodo de cervejaria, terra infusória, aparas de grama, carvão, biofortificação e dejetos de cavalos já curtidos (para não haver queima do colo da planta em decorrência de sua fermentação);

– Se você nunca usou fertilizantes minerais concentrados (NPK), dê preferência àqueles com baixa solubilidade em água, tais como: Fosfato Natural de Araxá, Torta de Mamona, Hiperfosfato de Gafsa (fonte de fósforo e micronutrientes) e o Sulfato de Potássio. Caso ocorra uma superdosagem, os danos causados por esses produtos são menores, visto que sua solubilidade é menor e a liberação dos sais é mais lenta. Lembrando que o nitrogênio (N) é importante para o crescimento das folhas, o fósforo (P) para o enraizamento e o potássio (K) para o florescimento/frutificação;

– Excrementos de pássaros e cascas de maçãs são bons para plantas que não querem florescer. Para isso, coloque vários pedaços ao redor da terra e cubra o vaso com plástico durante quatro semanas;

– Adube com fertilizantes minerais quando as plantas já estão estabelecidas. Antes disso é mais recomendado usar esterco de gado ou de galinha, ou ainda húmus de minhoca;

– Utilize terra vegetal (rica em material orgânico) misturada com a terra do jardim quando iniciar o plantio, e adube com 20 a 30 cm de profundidade;

– Adube mensalmente, mas evite as temperaturas mais frias, como o período de maio a julho, especialmente pouco antes e depois da floração. Se a planta é adubada nesse período, pode perder os botões florais. Uma vez que tenham aparecido os frutos, o processo pode recomeçar.

Dicas rápidas e curiosas

  • Na hora de plantar, misture terra vegetal com a do jardim e adube com 20 a 30 cm de profundidade

– Folhas de chá que ficam no fundo da chaleira podem ser borrifadas em plantas de vaso, fornecendo doses de oligoelementos (microminerais);

– Pregos, parafusos e outros artefatos ferrosos, quando colocados na terra, liberam óxido de ferro, que é de grande utilidade para as plantas;

– Casca de ovo é ótimo para orquídeas. Basta colocá-las em uma garrafa, acrescentar água e regar a planta com a mistura;

– Água de aquário ou de jarras que contiveram flores e cinzas de lareiras são ricas em potássio e fósforo;

– Tabaco é um dos melhores adubos para roseiras. Deixe na água por oito dias, coe e regue a planta;

– Farinha de osso é bom para plantas em época da floração;

– Pequenas quantidades de vinho favorecem o crescimento das plantas.


Fontes: 
Gigi Botelho (Paisagista), Murilo Cesar Starke da Cunha (Mestre em Adubação de Culturas pela UNESP de Ilha Solteira), Rafaela Antunes (Arquiteta da RMA Arquitetura & Interiores), Rhuanito Soranz Ferrarezi (Engenheiro Agrônomo)

novembro 11, 2011 Posted by | Dicas | , , | Deixe um comentário

Será que me tornei workaholic?


Fonte: Blog Novos Planos
Autora : Rosemeire Zago.

Será que me tornei workaholic?

“O vício em trabalho pode ser atraente ao impedir a experiência das próprias emoções”.

O trabalho em excesso muitas vezes tem inconscientemente o intuito de não ter tempo para pensar. O vício em trabalho mantém muitas vezes as emoções dolorosas afastadas da consciência, ou seja, pode representar uma fuga das emoções mais profundas.

É como uma droga, onde são necessárias doses cada vez maiores para se alcançar os mesmos resultados e, como todas as drogas, não consegue mascarar a dor indefinidamente, ainda que a princípio ninguém assuma a presença de alguma dor.

Para muitos é um total absurdo sequer pensar que o trabalho excessivo possa ser um sinal de que esteja fugindo de algo. Não podemos negar as responsabilidades assumidas, as contas a serem pagas, a competição acirrada nos grandes centros comercias, mas tudo deve ter um equilíbrio. E quando a atenção está voltada muito mais para apenas uma área da vida é preciso reavaliar tudo.

Também não me refiro a uma fase da vida em que é preciso conciliar trabalho, faculdade, vida pessoal, onde a sobrecarga é inevitável, pois está em fase de preparação para uma vida.

O vício em trabalho pode ser atraente ao impedir a experiência das emoções. Um workaholic passa de um projeto a outro, ou até de um emprego para outro, sem nunca parar e analisar se é mesmo o que quer para si. A compulsividade é tão intensa tanto em um projeto, como em qualquer outro.

Pode atingir tanto homens como mulheres. Os homens em geral se afastam da família, esposa, namorada e filhos. Tudo que possa representar emoções ou entrar em contato com seus verdadeiros sentimentos. Ir para casa cedo e se deparar com uma mulher que irá cobrá-lo por sua ausência ou que quer conversar sobre a relação, poderá fazê-lo entrar em contato com o significado de manter o casamento, assunto o qual não quer falar. Afoga-se em trabalho, chega mais tarde para não ser confrontado e o círculo vicioso se mantém.

Se dentro de você algo lhe clama por ser mais feliz, pare de fugir, permita-se ter mais tempo para saber o que sente e por que sente. Perceba que sua vida pode ser muito mais do que se envolver em atividades de modo compulsivo. Quanto mais fugir, mais estará adiando esse momento.

novembro 7, 2011 Posted by | Dicas, Texto | | Deixe um comentário

A mensagem contida num logotipo


A arte de fazer um logo é expressar suas idéias, valores, produtos, etc, nas menores linhas possíveis, usando sempre cores simples. Veja abaixo alguns exemplos de logos que souberam passar uma ou mais idéias em simples linhas.

Começando com o clássico logo do Carrefour, que depois de muitas teorias sobre saci azul, alienígena de gorro e gorda de biquíni, vemos que é um simples C vazado.

Parece só o nome da empresa escrito de forma estilosa, mas o VA na verdade significa o sinal analógico e o IO significa a linguagem binária dos computadores

Reparem na seta entre o E e o X. Velocidade.

A seta amarela não é só um sorriso, sugere que na Amazon você acha tudo de A a Z.

Clássico sempre dá as caras aos domingos, o espaço entre o F e as linhas de velocidade que formam o 1 forma outro 1.

Empresa de pneus, reparem no CO que formam seu produto.

Famoso chocolate. Repare no urso que o alpe suíço forma.

As penas coloridas do logo da emissora americana representam seus 6 departamentos, a cabeça do pavão representa o telespectador.

Site para compra de fonts, reparem que o My formam uma mão.

Marca genérica de Doritos, reparem nos dois Ts alegres e o molho entre eles.

O balançar na tacada de golf forma a cabeleira dos elmos dos guerreiros e seu corpo forma o rosto do mesmo.

Joalheira novaiorquina chamada Snooty Peacock, reparem no pavão formado pelo rosto da mulher

Empresa de avião que tem em seu logo uma seta apontando para… o noroeste.

O logo da ONG em prol da África tem à primeira vista só o mapa do continente,

mas depois percebe-se uma criança e uma mulher se olhando.

Families é uma revista familiar do grupo Reader’s Digest, as letras ILI formam membros da família,

O espaço entre a perna e o braço tem o formato do mapa da Austrália.

Elettro Domestici é uma empresa de eletrodomésticos e eletrônicos britânica, além de formar suas inicias, o logo também forma uma tomada.

O logo do zoológico do Bronx tem as pernas das girafas formando seus prédios, natureza no meio da cidade.

Sorveteria americana que em seu logo faz referencia aos seus 31 sabores disponíveis.

Companhia área que tem entre suas letras, o desenho de uma avião.

Empresa de consultoria chamada E2. Simples.

 

outubro 31, 2011 Posted by | Dicas | , , , , | Deixe um comentário

As principais habilidades de TI para 2012


Fonte: TechRepublic
Por Toni Bowers
Traduzida e versionada por Paulino R. e Silva 

A última pesquisa da Computerworld indica as nove habilidades de TI que serão mais requisitadas em 2012.

 Quase 29% dos 353 executivos de TI que foram entrevistados pela pesquisa de projeção anual da Computerword disseram que planejam aumentar o pessoal de TI no próximo ano. (isto é 23% superior ao levantamento de 2010 e 20% superior à pesquisa de 2009).

Aqui estão as habilidades que os executivos irão procurar para as próximas contratações:

  • Programação e Desenvolvimento de Aplicações  61% planejam contratar estas habilidades nos próximos 12 meses, número 44% superior à avaliação de 2010. Isto cobre a gama de desenvolvimento de websites até, atualização de sistemas internos e reunião de necessidades de usuários móveis. 
  • Gerenciamento de Projetos (mas com uma observação)  – A observação é que não se procura apenas pessoas que podem supervisionar e monitorar projetos. Também são procurados profissionais que também possam identificar as necessidades dos usuários e traduzi-las para o pessoal de TI e para os cada vez mais populares Analistas de Negócios
  • Help Desk/ e o Suporte Tecnico a Sistemas Operacionais Móveis acrescentaram uma nova dimensão ao help desk e suporte técnico
  • Networking – Essa demanda está sendo abastecida parcialmente pela virtualização e projetos de computação em nuvem. A pesquisa também revelou que os executivos irão procurar pessoas com experiência em VMware e Citrix.
  • Business Intelligence ‘B.I’ – A Computerworld interpreta este aumento como uma mudança de foco, para redução de custos para investimento em TI, em muitas empresas. Seria muito bom se esta tendência tomasse outros caminhos.
  • Virtualização de Data-Centers e Clouding deverão estar atrás do aumento de necessidades por profissionais de TI com experiência em operações e integração de sistemas.
  • Web 2.0 – habilidades técnicas centradas em mídia social e derivados vão gerar demanda, com .Net, AJAX e PHP como chaves para as habilidades back-end e com HTML, XML, CSS, Flash e Javascript, dentre outras, para o front-end. 

  • Networking – Essa demanda está sendo abastecida parcialmente pela virtualização e projetos de computação em nuvem. A pesquisa também revelou que os executivos irão procurar pessoas com experiência em VMware e Citrix.
  • Segurança – Pelo menos para 32% dos entrevistados no questionário de 2010, a segurança constituiu a principal preocupação dos executivos de TI.
  • Telecomunicações – A pesquisa indica a demanda por pessoas com habilidades em telefonia IP, e para aqueles familiarizados com o sistema de call center Cisco IPCC.

Estatísticas Emprego e Oportunidades

outubro 27, 2011 Posted by | Dicas, Planejamento | , | 1 Comentário

COMO DESENHAR FLUXOGRAMAS DE PROCESSOS DE NEGÓCIO – 1 Parte – Introducao Conceitos e Modelos


Fonte: Aghatha Maxi Consulting


Parte 1 – Introdução, Conceitos e Modelos.



Como desenhar fluxograma de processos de negócio – parte 1 – Introdução, Conceitos e Modelos.

Muitas vezes nos deparamos com a dificuldade que os responsáveis pelos processos nas organizações têm ao demonstra-los graficamente.

Com o objetivo de auxiliar os colegas nesta atividade vamos descrever neste artigo um método simples, mas que ao mesmo tempo é bastante útil e prático.

Vamos utilizar na confecção deste artigo, fluxos e gráficos desenhados com o uso do VISIO da Microsoft, no entanto o leitor poderá fazer uso de qualquer outra ferramenta disponível no mercado, inclusive ferramentas livres.

O nosso objetivo aqui não é avaliar esta ou aquela ferramenta, ou determinar se uma ferramenta é melhor que a outra, ou ainda a possibilidade de utilização de outros modelos e formatos para a documentação de processos.

O nosso objetivo é descrever um método que o leitor possa aprender facilmente e aplicar na documentação de seus processos.

1 – Introdução ao estudo de processos

Antes de abordar a técnica a ser utilizada no desenho propriamente dito dos processos é necessário que o nosso leitor tenha o entendimento dos princípios básicos dos processos, para isto vamos abordar os tópicos principais e neste sentido nivelar os conhecimentos.

1.1 – Componentes Básicos dos Processos

Por definição, um “Processo” deve possuir um conjunto de componentes básicos para ser considerado um processo, são eles: Componente de “entrada”, com base neste componente é realizado as atividades de “processamento”, e como resultado deverá produzir uma “saída” qualquer.



1.2 – Controle de qualidade entre os Componentes do Processo

Como qualquer atividade destinada a produzir algo, o processo requer a realização de atividades de controle para assegurar a sua qualidade e que deverá ser aplicada em cada um dos seus componentes (Entrada-Processamento-Saída). Agindo desta forma estaremos evitando comunicação de eventuais erros ou falhas entre os elementos que compõem o processo, dentro do universo compreendido pelo próprio processo.

Traduzindo isto de uma forma mais clara:



1.3 – Controle de qualidade entre Processos

No entanto, um processo não é um elemento absoluto e restrito a si próprio, possivelmente em algum momento dependerá de outros processos para ser “alimentado” e possivelmente, após a execução de seu próprio processamento, passará a “alimentar” outro processo através do seu “produto” e assim sucessivamente.

Diante disto, é uma boa prática considerar ações de controle de qualidade também entre processos, e com isto garantir a qualidade e a integração entre os mesmos, ou seja, é importante assegurar que o “produto” gerado por um “processo fornecedor” seja validado por ele mesmo antes de ser comunicado ao seu “Processo Cliente”.

Traduzindo isto de uma forma mais clara:



Em tese, quando agimos desta forma, o “Processo Executor” não teria necessidade de validar os seus “insumos” no momento de proceder o recebimento de sua “entrada”, uma vez que isto deveria ter ocorrido previamente no “Processo fornecedor”, pouco antes do mesmo proceder a liberação de “saída”.

No entanto,

Se verificarmos a qualidade apenas uma única vez, estamos sujeitos à possiilidade de ocorrência de alguma falha na saída do “Processo fornecedor” e nem sempre a “Qualidade declarada” na saída de um processo, atenderá plenamente os requisitos de qualidade necessários para atender a “entrada” no processo seguinte.

Exemplo Prático: Experimente executar o ciclo de vida de um projeto de desenvolvimento de sistemas, onde cada etapa do ciclo pode ser comparada a um processo. Quando não realizamos estas verificações de entrada e saída em cada uma das etapas do processo de produção do sistema, o grau de variação do produto resultante será um fatorial das taxas de erro ocorridas em cada etapa, (O Resultado será medido pela multiplicação das taxas de erro existentes em cada etapa, pelas taxas de erro das etapas seguintes, e assim sucessivamente), esta é a explicação matemática de possíveis distanciamentos entre o “requisito original do negócio” e o “resultado do produto do projeto”, note que antes de mais nada uma Metodologia é um Processo e pode-se utilizar este conceito na formulação do controle de qualidade na formatação de etapas ou fases de uma MDS.

Traduzindo isto de uma forma mais clara:



Uma vez entendido estes componentes e os critérios básicos de revisão de qualidade e integração entre os componentes de um processo e entre processos fornecedores e processos clientes, retornaremos ao nosso objetivo inicial, que é demonstrar graficamente os processos de negócio através de fluxogramas.

2 – Padrão de Simbologia

Existem diversos padrões de símbolos possíveis para desenhar fluxogramas de processos, e inclusive padrões destinados a especificações e desenho técnico de software, modelos de dados e tantos outros. Vamos adotar aqui um modelo bastante simples e composto por um número reduzido de símbolos, mas que são suficientes para demonstrar um processo de negócio através de um fluxograma.

São eles:



3 – O Modelo de Estrutura do Fluxograma do Processo.

Existem diversos formas possíveis de estruturar um fluxograma de processo, a mais indicada para mapear processo é a denominada (CROSS-FUNCTIONAL), o que poderia ser traduzido mais ou menos como “fluxograma cruzado entre funções”.

Neste formato, o fluxograma possibilita a inclusão de informações adicionais, além da sequencia de atividades proporcionada pelo encadeamento dos símbolos, e é possível segmentar o desenho do processo em “setores/celulas” como se fossem uma matriz, sendo inseridos nas linhas os Atores ou funções responsáveis pela execução das Atividades e nas Colunas as etapas existentes em um determinado processo.

Veja como ficaria o desenho de um processo seguindo a estrutura Cross-Functional na visão Horizontal:



O mesmo Processo, seguindo a visão Cross-Functional na visão Vertical:



E ainda, o mesmo processo utilizando-se a forma Livre normalmente utilizada. Note que as informações adicionais presentes nas duas opções anteriores fazem de fato a diferença no entendimento do processo.



——-

See the article content in English here:

http://aghatha.wordpress.com/2011/07/29/how-to-draw-business-process-flowchart-part-1-of-3-%e2%80%93-introduction-concepts/

——-

Artigos Relacionados:

Parte 2 – Levantamento, Analise e Desenho Fluxograma (Instruções Passo-a-Passo para Desenhar um Fluxo).

No próximo Artigo (Parte 2), trataremos as técnicas a serem utilizadas durante as Entrevistas para levantamento de informações dos processos a serem desenhados e alguns exemplos de como devemos organizar e preparar o conteúdo das informações obtidas no levantado para facilitar a confecção do respectivo fluxograma. Próximo Artigo : COMO DESENHAR FLUXOGRAMAS DE PROCESSOS DE NEGÓCIO – Parte 2 – Levantamento, Analise e Desenho do Processo de Negócio.

Parte 3 – Levantamento, Analise de Capacidade e Carga de Processos (Saiba como Calcular Esforço, Tempo e Custos)

Artigos Relacionados e as continuações do conteúdo deste artigo:

———

Declaração e Preservação de Direitos:

Todas as demais marcas, modelos, desenhos, nomes, incluindo o conteúdo integral deste artigo, são de propriedade de seus respectivos fabricantes, autores ou publicadores.

O leitor está autorizado a fazer o uso interno e não comercial do conteúdo deste artigo, desde que mantidas as observações de direitos autorais e mantidas as referencias a suas origens e identificação dos respectivos autores e proprietários.

Direitos de uso comerciais deste artigo são preservados e mantidos em nome exclusivo do autor e o leitor não está autorizado a utiliza-los, de forma integral ou parcial para usos e fins comercias e/ou em atividades que visem à obtenção de lucro ou benefício comercial próprio ou a terceiros.

Para a confecção deste artigo foram citadas e/ou utilizados os seguintes nomes, marcas e publicações:

– Fim Declarações de Direitos de Copyright —

– Fim Artigo


setembro 1, 2011 Posted by | Dicas, Gerenciamento, Projetos | 3 Comentários