Projetos

Gerenciamento de Projetos

Atenção: 50% do Mercado de Ações Vai Entrar em Colapso


Fonte: Money News
Tradução/Versão: Paulino R. e Silva

É apenas uma questão de tempo antes do mercado de ações desabar em 50% ou mais, de acordo com vários especialistas respeitados no mercado financeiro.

“Nós não temos o direito de sermos surpreendidos por uma eminente e severa quebra no mercado de ações”, explica Mark Spitznagel, gestor de um fundo hedge famoso por ter rendido bilhões de dólares ao apostar na crise de 2008. “Na verdade, nos  definitivamente devemos esperar por isto”.

Infelizmente Spitznagel não é o único.

“Nós estamos em uma bolha de ativos financeiros gigantesca”, alerta o consultor  e gestor de fundos suíço Marc Fabor“. “E ela pode explodir a qualquer momento.”

Faber não hesita em colocar a culpa nas gigantescas políticas do governo do Presidente Americano, Barack Obama, e em suas políticas de baixa taxa de risco da Reserva Federal, que, segundo ele, “penaliza aqueles que recebem rendimento e os que poupam – porque nossos pais são forçados a especular em ações e no mercado imobiliário e tudo mais neste cenário?”

O bilionário investidor Warren Buffet parece estar se preparando para quebra generalizada também. O “indicador Warren Buffet”, também conhecido como “Indicador Geral de Mercado em Relação ao PIB”, está noticiando um status para venda imediata de ações e um colapso pode ocorrer a qualquer momento.

Então, com um choque inevitável iminente, o que os investidores de Main Street fazem? Uma opção é vender todas suas ações e guardar o dinheiro embaixo do colchão; outra opção é arriscar tudo e enfrentar a tempestade.

Mas, de acordo com Sean Hyman, fundador da ‘Absolute Profits’, existe uma terceira opção.

“Existem setores específicos do mercado que tem garantias de um bom desempenho nos próximos meses”, explica Hyman. “Sair do mercado de ações agora pode sair caro.”

Mas como Hyman pode ter certeza?

Ele tem acesso à agenda sigiloso de Wall Street que ultrapassou o mercado em 250% desde 1968. Esta agenda simplesmente lista 19 investimentos (baseados em setores e mercado) e 38 datas para sua compra e venda, de forma que, alguém poderia transformar US$1000,00 em mais de US$178.000,00 em um período de 20 anos.

Nota do Editor: Sean Hyman Revela Sua Agenda neste Vídeo. Clique Aqui.

“Mas esta agenda é apenas parte de meu sistema de investimentos”, adiciona Hyman. “Eu também desenhei um Sistema de Alerta para Quebras que foi desenvolvido para avisar investidores antes de uma correção principal de rumo, também”.

(O Sistema De Alerta de Quebras foi programado por um dos responsáveis pelo código do sistema de padrões de vôo de mísseis nucleares na Guerra Fria, cuja precisão deveria ser o mais próxima de 100% possível).

Lyman explica que, se o mercado de ações começar a afundar, o Sistema de Alerta sinaliza um sinal para venda, avisando para que os investidores peguem seu dinheiro.

“Você poderia ter evitado completamente os colapsos de 2000 e 2008 se tivesse usado este sistema baseado em nossos testes anteriores”, explica Hyman. “Imagine quanto você teria se pudesse ter evitado aquelas corridas horríveis para venda”

Alguém pode achar que Hyman está muito auto-confiante, mas ele provou estar certo frente a milhões de pessoas, por várias vezes seguidas.

Em uma entrevista na Bloomberg em 2012, Hyman previu corretamente que as ações da Best Buy iriam cair abaixo de US$11 por opção, mas voltariam a US$40/opção nos próximos meses. As ações se comportaram exatamente como Hyman havia previsto.

Então, durante uma entrevista na Fox Business com Gerri Willis no começo de 2013, ele previu que o mercado iria sofrer uma alta de 15.000 pontos, apesar da corrida de vendas que estava assombrando os investidores. O mercado de ações quase que imediatamente se acertou e atingiu as previsões de Hyman.

“Muita gente acha que tenho sorte”, diz Hyman. “Mas não tem nada haver com sorte. Tem tudo haver com as algumas ferramentas que uso. Ferramentas como a agenda sigilosa de Wall Street e meu Sistema de Alerta de Quebras”.

Com mais incertezas financeiras do que nunca, milhares de pessoas tem procurado pelo direcionamento de Sean Hyman. Ele tem mais de 114.000 leitores em sua coluna mensal e seus vídeos de investimento tem milhões de visitas.

Em um vídeo recente, Hyman não apenas revela sua agenda de investimentos (‘The secret Wall Street Calendar), como também seu Sistema de Alerta para Quebras funciona, de maneira que qualquer um pode seguir suas instruções. (clique aqui para ver agora).

Anúncios

janeiro 1, 2015 Posted by | artigo, Dinheiro, Investimento, Planejamento | , , , , | Deixe um comentário

“Minha Casa, Minha Vida” irá causar uma das piores crises no Brasil


Fonte: OgroDaFloresta

Alerta: Crise a Vista no Brasil. Dicas de sobrevivência.

Estamos no limiar do início da descida de um gráfico, semelhante a uma curva de sino, ocasionada pela bolha especulativa imobiliária causada por uma euforia imobiliária causada pelo financiamento irresponsável de um programa Federal chamado ‘Minha Casa, Minha Vida’.
O fato é que os imóveis, vendidos na planta, começaram a ser entregues agora. E é neste momento que as empresas recebem a maior parte do pagamento pelos empreendimentos, repassados ao sistema financeiro privado. Mas a Caixa-Econômica – seguindo a cultura corporativa de um governo que prima a política ideológica ao invés da técnica e bem_valia – fez uma distribuição eleitoral destes financiamentos. O resultado? Centenas de milhares de financiamento negados, pois as pessoas que compraram não tem como pagar aos bancos. Mais da metade dos imóveis adquiridos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’ não vão ter sequer a primeira parcela paga.
Isto vai causar, a princípio, uma quebra generalizada de Construtoras, Incorporadoras e Imobiliárias. O preço dos imóveis vai cair abaixo do preço que antecedeu a bolha especulativa, o valor dos alugueis vai subir, o desemprego aumentar e podemos esperar uma crise de crédito generalizada. Com isto a previsão de taxa do crescimento para o PIB, que já está baixo, provavelmente vai cair ainda mais para 2015, elevando o risco país e afastando investidores. E o governo, para manter o dinheiro estrangeiro, irá usar a velha (e tosca) fórmula de aumentar a taxa de juros. Nossa dívida interna, que já superava 2.2 trilhões em 2013, irá disparar nos próximos meses.
Com a escassez de liquidez no mercado, aumento de taxa de juros e endurecimento das linhas de crédito pelos bancos, o dinheiro inevitavelmente irá ficar mais caro no Brasil (oferta e procura). Os juros bancários irão aumentar e grande parte da população passará a pagar juros ainda maiores aos bancos (o que é um absurdo num país que absorveu o péssimo hábito de comprar parcelado como cultura, e onde os juros compostos de crédito ultrapassam os 1000% ao ano). Os bancos irão lucrar como nunca.
O Banco Central será obrigado a intervir e uma das principais medidas será a de emitir mais moeda no mercado; isto fará com que as moedas em circulação tenham menor valor e trará novamente um reajuste desordenado de preços. Aposto numa perigosa inflação de preços, já na primeira metade de 2015, que será uma das preocupações do governo nos próximos anos.
Sabendo disto, algumas dicas:

  1. Se tiver algum imóvel pra vender, faça-o agora; guarde o dinheiro e tenha liquidez na crise para fazer excelentes negócios;
  2. Se gosta (e sabe) investir em ações, títulos da dívida pública federal são um bom negócio… Acredito que NTN’s e LTN’s irão – necessariamente – valorizar para atrair dinheiro estrangeiro. Ações de bancos como o HSBC ou SANTANDER também serão atrativos (fuja do Banco do Brasil e Caixa-Econômica Federal);
  3. Títulos estáveis, cuja procura aumenta exponencialmente nas crises, também irão valorizar (o ouro, por exemplo, já está em franco processo de valorização);
  4. FUJA de financiamentos de longo prazo.
  5. Se você tem algum comércio ou negócio, é sempre bom repetir: Estamos no momento de VENDER, não de COMPRAR. Liquidez nos próximos meses vai valer ouro.
  6. Para aqueles que trabalham com vendas de produtos de alta rotatividade, mas com quase ou nenhum estoque: Vamos entrar num túnel de inflação e uma pequena reserva de produtos poderá alavancar seus lucros, compensando a inevitável queda nas vendas.
  7. Aumentem a análise de crédito: O primeiro sintoma a ser notado é que o valor das vendas vai cair e os parcelamentos vão aumentar… O trem nunca para de uma vez só, e parcelamentos mais longos e em valores menores indicam que logo vc vai estar sofrendo com a inadimplencia de muitos clientes.
  8. Evite a qualquer custo o endividamento em moeda estrangeira (Dolar, Libra ou Euro). O Real vai, inevitavelmente, desvalorizar. Se estiver planejando viajar no final do ano, compre dólar o quanto antes (armazenando em um cartão como o Confidence ou similar… Uma outra alternativa é o BitCoin, que não está sujeito a IOF e tem uma taxa de conversão bem menor);

Notícias Correlatas

Saiba mais: http://www.ogrodafloresta.com.br/2014/05/20/alerta-crise-a-vista-no-brasil-dicas-de-sobrevivencia/#ixzz32JfHyZx0
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

maio 21, 2014 Posted by | artigo, Dicas, Dinheiro | , , | Deixe um comentário

HijackThis agora é software livre


Fonte: Notícias do Linux Blog

A Trend Micro publicou o código-fonte de sua ferramenta gratuita anti-malware, o HijackThis (HJT), no Sourceforge sob uma licença GPLv2, e diz que continuará mantendo o código original mas também incorporando modificações da comunidade.

Esta ferramenta baseada em Visual Basic escaneia o registro e arquivos de inicialização de PCs Windows por evidência de infecção por pestes maliciosas.

Baixe binário ou código-fonte em http://sourceforge.net/projects/hjt/
Mais na fonte: http://www.h-online.com/security/news/item/HijackThis-now-open-source-1437743.html

fevereiro 22, 2012 Posted by | artigo, Notícias | , , , | Deixe um comentário

Uso intensivo de processador no Mac Book Air – No calor seu Mac pode virar um PC


Recentemente percebi que o uso do processador do meu MacBook Air – processo ” Kernel_Task ” – estava acima dos 100%, chegando a 150% do uso da máquina. O resultado é que ficava impossível usar qualquer aplicativo no computador.

Ocorre que estamos entrando no verão (ontem estava 31º C) e também percebi que a máquina estava extremamente quente. Observe-se que em virtude do tamanho reduzido a ventoinha de resfriamento da mac air é bastante pequena, existe pouco espaço para dissipar o calor e quase nenhuma entrada de ar no aparelho. 

Também é fato que os computadores (principalmente laptops) da Apple esquentam bastante mais que os PC’s, por uma série de razões. BINGO!! Descobri o problema da lentidão e uso extremo do processador no meu MacBook Air… Fui na geladeira, coloquei alguns cubos de gelo em um saco plástico, fechei bem e coloquei embaixo da máquina para testar minha teoria: Assim que o computador esfriou o uso de processamento do ‘kernel_task’ caiu para 5% (!!!).

A pergunta é: O que acontece?

Simples: O ‘kernel_task’ é responsável, entre outras coisas, pelo gerenciamento do processador no Mac… No caso de aquecimento extremo, por segurança (para evitar a queima do processador) , ele corta metade da velocidade do clock para que o computador esfrie. O desempenho do Mac Air cai de 1.67Ghz para 800Mhz… Mas isto não é tudo: Se ainda assim a máquina continuar quente (e isto ocorre com bastante frequencia) o ‘kernel_task’ irá inserir ‘pausas’ no processador para forçar o esfriamento e evitar que a máquina queime. 

O resultado é um monte de intervenções prioritárias no kernel da máquina (com um alternar constante de 1.67ghz para 800mhz ou inserção de pausas no processador), diminuição de velocidade e desempenho reduzido. Ou seja, no calor do inferno seu Mac vira um PC.

Como resolver o problema?

Se você não pode ir para a Islândia ou colocar sua máquina do lado do ar-condicionado, seguem algumas dicas simples:

1) Evite trabalhar com seu computador em superfícies de tecido (sofás, camas, etc). Se o fizer lembre de deixar um espaço embaixo do computador para entrada de ar (sim, parece incrível, mas a entrada da ar do MacBook air é embaixo do aparelho);

2) Evite o uso do Flash (não era balela do Jobs, não: O Flash acessa o processador de maneira desproporcional, aumenta o uso da CPU e esquenta ainda mais o aparelho… Esta é uma das razões pelas quais diminuí o tempo da bateria). O uso de um aplicativo para controlar e/ou desligar o Flash é interessante… Vale a pena dar uma olhada no FlashFrozen.

3) Considere instalar um gerenciador para aumentar a velocidade da ventoinha de resfriamento de sua máquina… O smcFanControl é a melhor alternativa que encontrei disponível.

4) Faça como eu e coloque seu computador em cima de cubinhos de gelo.


dezembro 21, 2011 Posted by | artigo, Dicas | , , , , | 4 Comentários

APAGÃO DE TALENTOS: Como ser uma luz nesta escuridão?



*Odilon Medeiros

O Brasil está numa em uma ótima fase no que se refere aos aspectos ligados à produção. Duvida? Então, consulte os dados recentes do IBGE. Eles apontam para o fato de que, a atividade industrial, em nível nacional no primeiro semestre expandiu 1,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O aumento na produção, quase sempre, representa novas contratações e, ao mesmo tempo, mais investimentos em desenvolvimento tecnológico, independente da área. Esses novos processos precisam de pessoas capacitadas para conduzi-los de modo a trazer retorno sobre o investimento realizado. Mas, onde estão esses profissionais? Difícil encontra-los…

Para que se possa ter uma ideia, no Brasil, a falta de profissionais qualificados é a maior preocupação de 71% dos CEOS entrevistados na pesquisa “Global CEO Sudy 2010”, realizada pela IBM.

E o que é pior: há uma carência geral, já que engloba profissionais de todas as áreas e de todos os níveis.

Devido a essa situação, está havendo um movimento de certa forma, inusitado. Estrangeiros, inclusive de países do primeiro mundo, estão aprendendo o português e querendo vir morar no Brasil para aproveitar essas oportunidades.

Neste cenário, surge um questionamento: como os profissionais brasileiros podem tirar proveito desta situação? E a resposta é: investindo na sua empregabilidade. Para fazer isso, o primeiro passo é ter consciência de que o profissional é quem é o responsável pelo desenvolvimento da sua carreira. Aquela época na qual apenas a empresa investia no desenvolvimento do profissional passou. O problema, nesta situação, é que muita gente não se deu conta desta mudança e ainda está aguardando que chegue alguém para investir na sua carreira.

A partir desta consciência, é importante fazer cursos, seminários ou palestras, ler muito sobre o ramo que deseja atuar, trabalhar bem o seu marketing pessoal, investir no networking, fazer cadastramento em grupos virtuais de relacionamento profissional e investir na comunicação. Ser proativo, dinâmico e auto motivado. É fundamental lembrar de fazer tudo isso com seriedade e comprometimento e buscar apresentar diferenciais.

Atualmente existem muitas maneiras de reduzir esse apagão: cursos a distancia (EAD), aumento do número de instituições de ensino, flexibilização nos pagamentos dos valores das mensalidades, etc. Tudo para facilitar a vida de quem não tem tempo, não tem dinheiro, não tem…, não tem…, não tem… E tem um monte de desculpas para dar.

Saiba que qualquer pessoa pode contribuir para acabar com esse apagão. Inclusive você.

Assim, seja a luz que as empresas procuram!

Odilon Medeiros – Mestre em Administração, Especialista em Psicologia Organizacional, Pós-graduado em Gestão de Equipes, MBA em Vendas, consultor e palestrante nacional sobre tópicos ligados à gestão com pessoas. www.odilonmedeiros.com.br 

novembro 29, 2011 Posted by | artigo | , , | Deixe um comentário