Projetos

Gerenciamento de Projetos

Ação do Jornal O Dia x Os 6 principios do MKT Viral


Fonte: blogdeguerrilha

blog_15_02_odia.jpg

Na versão on-line do seu caderno de carnaval, o jornal O Dia, do Rio de Janeiro, ensina a sambar em 4 lições-vídeos ministradas pela Rainha da Bateria da Estácio de Sá, Alessandra Mattos.

Para divulgar este conteúdo, o Editor-Ninja do jornal on-line colocou um filmete no Youtube com o making off da professora de samba sendo lambuzada de óleo por um produtor. Uma assinatura final no filmete leva para as lições no site do Dia.

Mas é só isso? Não tem custo? Não preciso comprar mídia em algum portal? Eles fizeram tudo certo? Funciona mesmo?

Vamos avaliar o case usando “Os seis princípios do marketing viral“:

Princípio 1: Distribui gratuitamente produtos e serviços com algum valor
Sim. O DiaOnline fez um filmete, na véspera do carnaval, com uma rainha da bateria ensinando a sambar em quatro lições. Para divulgar este serviço, fez um filmete com a bela Rainha da Bateria sendo lambuzada de óleo. O conteúdo do viral e o serviço são completamente pertinentes com a pauta do mês: carnaval.

Princípio 2: Ofecer um meio sem eforço de envio para outros
Sim. Basta passar o link do serviço no O Dia Online ou da rainha lambuzada no YouTube.

Princípio 3: É facilmente escalável do pequeno para o muito grande
Sim. O making off está no Youtube. Ou seja, é de graça e o problema é do Google.
Não. As lições com o passo a passo estão num formatinho flash-mala que precisa de plugin.

Princípio 4: Explorar motivações e comportamentos comuns
Sim. Homens querem ver mulheres gostosas e pessoas em geral querem aprender a sambar na véspera do carnaval.

Princípio 5: Utiliza redes de comunicação já existentes
Sim. Colocaram o making off, que tem mais potencial viral, no YouTube.
Sim. Blogueiros normalmente se interessam pelo assunto “Rainha do Carnaval sendo lambuzada de óleo”, o que potencializa ainda mais o alcance da ação.

Princípio 6: Tira proveito de recursos de terceiros
Sim. Os recursos da rainha da Bateria são incríveis.
Não. A teoria do “fator peitinho”, descoberta por Mr. Wagner na década de 90, poderia ter sido explorada sutilmente e de forma pertinente, o que certamente multiplicaria por mil o número de acessos.

Conclusão: Feita a avaliação por nossos especialistas, concluimos que o Editor Ninja-Master do Dia Online merece nota 9. Ou seja, conteúdo pertinente, senso de oportunidade, bom gosto na escolha da Rainha da Bateria, nenhum custo de mídia. Desculpamos o uso desnecessário do Flash Player (que nem a Coca-Cola usa mais), mas não podemos perdoar o erro grave de não ter explorado o potencial máximo do conteúdo, que permetia o uso da teoria do fator peitinho.

Abs, Gfortes

Anúncios

fevereiro 26, 2007 - Posted by | Dicas, Texto

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: