Projetos

Gerenciamento de Projetos

Incubadoras catarinenses receberão R$ 1,3 milhão da Finep


Fonte: Revista Amanhã
17 de outubro de 2006
enviado por Evelyn Thais de Almeida

Incubadoras de Santa Catarina conseguiram incluir dois projetos de capacitação e desenvolvimento de empresas de tecnologia no Programa Nacional de Incubadoras – como é conhecida a linha de financiamento específica para o setor disponibilizada pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A partir de agora, ambas receberão uma verba aproximada de R$ 1,3 milhão a fundo perdido nos próximos dois anos para implementar projetos voltados à ampliação da competitividade das empresas de base tecnológica no Estado. Os projetos serão tocados por meio de um consórcio liderado pelas incubadoras Celta, de Florianópolis, e Instituto Gene, de Blumenau. De acordo com o professor Carlos Eduardo Bizzotto, coordenador da Rede Catarinense de Entidades Promotoras de Empreendimentos Tecnológicos (Recepet), o convênio deve ser assinado entre outubro e novembro e os recursos começam a ser liberados em dezembro. “Os projetos tornarão as empresas de tecnologia de Santa Catarina mais competitivas”, argumenta.

Um dos projetos é o “Rota da Inovação de Santa Catarina: promovendo a ampliação da competitividade e do índice de sucesso das empresas”, que foi apresentado pelo Instituto Gene em parceria com a Softville (Joinville), JaraguáTec (Jaraguá do Sul) e GTEC (Rio do Sul). A proposta consiste em criar uma “rota de inovação” entre as quatro cidades envolvidas, de modo suas respectivas incubadoras consigam se integrar com os Arranjos Produtivos Locais (APLs) e núcleos de inovação das universidades locais. “Vamos fazer com que as inovações que surgem nas instituições de ensino possam ser apropriadas pelos APLs e apoiadas pelas incubadoras, para beneficiar e integrar as estratégias dessas três frentes – que hoje trabalham de forma isolada”, detalha Bizzotto.

O outro consórcio, liderado pela incubadora Celta, apresentou o projeto “Plataforma Cooperativa para Desenvolvimento de Empresas de Base Tecnológica de Alta Competitividade e Valor de Mercado”. A idéia é implementar uma série de serviços de suporte às empresas, visando alavancar seu crescimento. “Será uma grande troca de experiências para ajudar as companhias a identificar e aproveitar oportunidades de mercado, fornecer suporte na área de gestão, marketing e finanças, entre outros aspectos”, explica José Fiates, superintendente de inovação do Celta. Segundo ele, o projeto vai beneficiar cerca de 100 empresas. Hoje, as incubadoras catarinenses reúnem 160 empreendimentos que geram cerca de 1,3 mil empregos e faturam, em conjunto, cerca de R$ 65 milhões ao ano.

(Cinthia Andruchak)

Anúncios

outubro 17, 2006 - Posted by | Dicas

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: