Projetos

Gerenciamento de Projetos

Marketing Viral


Estava vendo aqui a evolução dos posts dobre a Cicarelli e envios do tal vídeo por email… Estranhei a notícia de que ela havia perdido um contrato em razão do ocorrido. Ao que parece, o pessoal do marketing do tal contrato não conhece a relação histórica entre crise/oportunidade e sequer acompanha uma “onda” mais atual sobre o cada vez mais conhecido “Marketing Viral”. Sem muito esforço, consigo imaginar pelo menos uma dúzia de maneiras diferentes de alavancar o ocorrido.

Definição de Marketing Viral: http://en.wikipedia.org/wiki/Viral_marketing

from [Dicas-L]

Este é um termo novo e ainda pouco conhecido, mas que já é alvo dos marketeiros pelo mundo afora.

Marketing viral, em outras palavras, é a boa e velha propaganda de boca, só que no contexto da Internet.

Veja o caso do Tourist Guy, onde foi feita a montagem de um turista no topo de uma das torres do World Trade Center com o avião chegando por trás. A foto foi feita como gozação mas se espalhou pelo mundo inteiro.Existem até alguns sites dedicados ao assunto como http://www.touristofdeath.com.

Por muito tempo se pensou que a vítima da montagem fosse um brasileiro, José Roberto Penteado, de Campinas. Recentemente se descobriu que o Tourist Guy na verdade é húngaro. A descoberta foi relatada no endereço http://64.224.191.180/touristguy/found.html,  onde o real tourist guy aparece em outras fotos, sem o avião e em outros lugares na torre do World Trade Center. Ao final desta mensagem incluo links para alguns artigos sobre o assunto.

Outro exemplo interessante é de uma empresa de contabilidade americana. No serviço de atendimento telefônico, a voz na secretária eletrônica anunciava: disque 1 para falar com nosso atendimento ao cliente, disque 2 para falar com não sei quem. No último número colocaram: disque 9 para ouvir um pato. O que começou como brincadeira, quem ia pensar que alguém ia ouvir a mensagem até o final, tomou proporções gigantescas. A notícia se espalhou pela Internet e eles chegaram a receber alguns milhões de ligações de pessoas que queriam ouvir um pato grasnar. O sistema telefônico da empresa entrou em colapso, mas eles aumentaram substancialmente a sua carteira de clientes.

Um terceiro caso, também muito engraçado, é de uma homepage pessoal, de Mahir Cagri, da Turquia, no site da Geocities. A sua homepage tinha a mensagem “Welcome to my homepage! I Kiss You!!!!!” e passava a impressão de uma pessoa carente sentimentalmente e desesperada por fazer novas amizades com o sexo feminino. A página contém imagens de Mahir e descreve seu estilo de vida em um inglês sofrível: “I like to take foto-camera (amimals, towns, nice nude models and peoples…)”. Mais uma: “I like sex” e ainda outra: “Who is want to come TURKEY I can invitate … She can stay my home.” Infelizmente esta página não existe mais.

Esta página recebeu mais de um milhão de hits e foi um sucesso instantâneo. Um sucesso que muita empresa busca gastando baldes de dinheiro com marketing e não consegue.

Estes exemplos acima são involuntários, mas que geraram dividendos de algum tipo para os envolvidos. Para qualquer empresa tal propaganda gratuita é um verdadeiro achado. A questão é como achar o tom certo, que faça com que a mensagem seja reenviada de um para outro.

Eu peguei uma carona, também involuntariamente, na estratégia de marketing viral do filme Inteligência Artificial, de Steven Spielberg. No site do filme, em http://aimovie.warnerbros.com/, tem um programa de inteligência artificial chamado “Alice”, que é capaz de manter uma conversa bem agradável com seus interlocutores. Este pequeno robo atraiu centenas de milhares de pessoas para o site do filme, garantindo uma divulgação de boa qualidade e inteiramente grátis, visto que até o software usado é livre e gratuito.

Eu escrevi um artigo sobre o site e transcrevi uma parte de uma conversa que tive com a Alice. Parece que esta mensagem caiu nas graças dos assinantes da lista e em alguns dias o número de assinantes da Dicas-L cresceu de forma inusitada. Este fenômeno eu já tinha notado. Sempre que veiculo alguma mensagem sobre algum tema polêmico, como Windows x Linux e coisas do genero, a mensagem tende a ser duplicada com grande velocidade, gerando novos assinantes e publicidade para a lista.

Links:

Internet e Turista Acidental Mora em Campinas http://www.cosmo.com.br/cpopular/materias/2001/11/5/mat1471.shtm

Site Tourist Guy http://www.touristguy.com/

A revista Wired publicou um artigo onde anuncia a identidade do turista no WTC, José Roberto Penteado, de Campinas, Brasil e comenta sobre outros casos semelhantes, inclusive o de Mahir Cagri, da Turquia. http://www.wired.com/news/conflict/0,2100,48225,00.html

Sobre o Mahir: I Kiss You!!!!! http://www.salon.com/tech/log/1999/11/04/mahir/

Anúncios

outubro 9, 2006 - Posted by | Texto

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: