Projetos

Gerenciamento de Projetos

Dicas para Melhorar Sua Produtividade


Fonte:Gazeta do Povo – Empreender PME

Você sente que nunca tem horas suficientes no seu dia para fazer tudo o que você precisa? A boa notícia é que você não é o único com questões de produtividade. Não sei você, mas eu tenho um monte de pepinos para resolver. Eu costumava ter e-mails brotando igual mato na minha caixa de entrada, uma lista de tarefas quilométrica e aquelas ideias de negócios, uma delas que eu estive pensando em começar por fora há quatro anos, implorando pela minha atenção…

Ok, esse último eu ainda não consegui resolver, mas pelo menos eu melhorei na parte de controlar o monstro de duas cabeças dos e-mails e do gerenciamento de tarefas. E é assim que você também pode se tornar um ninja da produtividade:

Passo 1: mude a sua mentalidade

Esqueça a gestão do tempo e pense sobre o fluxo de trabalho (workflow) e gerenciamento de energia. Temos 100 mil bilhões de neurônios, mas só podemos manter sete coisas na nossa cabeça ao mesmo tempo. Isso significa que você precisa tirar coisas da sua cabeça e colocá-las em um sistema. No Unreasonable Institute usamos o Asana, mas eu também adoro o Smartsheet para a gestão de projetos; também já usamos o Trello e até mesmo o velho e bom sistema de papel e caneta (apesar de eu achar que os perco mais facilmente).

Escolha um sistema e fique com ele.

Passo 2: lembre-se de que checar o e-mail não é o seu trabalho

Pode ser tentador dar uma olhada no seu e-mail à procura de coisas mais fáceis ou interessantes para fazer, mas isso só suga o tempo que você deveria estar dedicando a outras prioridades. Além disso, geralmente isso produz muito pouco em termos de resultados concretos. Então trabalhe na implantação das seguintes estratégias de gestão de e-mail:

Desligue as notificações

Aquelas coisas que aparecem no canto da tela são mais viciantes que crack e tão distrativas quanto, para terminar de fazer as coisas.

Verifique se o seu e-mail 3 vezes ao dia

Limite o número de vezes que você checa a sua caixa de entrada, assim você vai ser mais eficiente na hora de responder aos e-mails. Eu verifico o meu às 9h, às 12h e às 16h todos os dias. Aqui está um desafio: tente reduzir isso a apenas uma vez por dia (isso ainda é ninja demais para mim, mas é aonde quero chegar!). E, a propósito, verificar seu e-mail constantemente é TOC (transtorno obsessivo compulsivo)!

Reduza sua caixa de entrada a zero todos os dias

O Email Game da Baydiné uma maneira divertida e rápida de fazer isso. Passe entre 15 e 30 minutos usando esse programa para garimpar os seus e-mails.

Avise as pessoas sobre os seus hábitos de e-mail

Por exemplo, adicione uma observação à sua assinatura dizendo: “Eu leio e-mails uma vez por dia. Se for urgente, me ligue!”

Só mande e-mails para quem realmente precisa vê-los

Isso significa reduzir o número de Cópias e Cópias Ocultas que você manda, afinal, da mesma forma, você não quer desperdiçar o tempo dos outros.

Use abreviaturas

Se você conseguir colocar toda a sua mensagem na linha de assunto, faça isso! E coloque EOM depois, o que significa end of message ou “fim da mensagem”. Se o e-mail só traz informações de que os destinatários precisam saber, coloque PSC no final do seu e-mail, geralmente no corpo. Isso significa “para seu conhecimento” e indica que a pessoa não precisa responder.

Leia newsletters uma vez por semana.

Crie uma pasta separada contendo todas as newsletters que você assina e não a abra até que você tenha tempo para se sentar e ler tudo.

Não use sua caixa de entrada como uma lista de afazeres

Quando você recebe um e-mail, tem as seguintes opções:

– Excluí-lo;

– Delegá-lo, ou seja, encaminhá-lo para outra pessoa para que ela lide com ele;

– Respondê-lo — se achar que isso levará menos de 2 minutos, faça-o imediatamente;

– Adiá-lo, isto é, colocá-lo na sua agenda para resolver mais tarde ou usar o ferramentas como o Boomerang para que o e-mail volte para a sua caixa de entrada mais tarde;

– Ou colocá-lo no seu sistema de gerenciamento de tarefas.

Passo 3: use estes truques

Use estes truques para resolver tudo de forma mais fácil:

Engula o sapo!

Isso significa fazer a coisa mais difícil primeiro. E também significa combinar o seu nível de energia com a demanda do trabalho. Eu sempre agendo minhas tarefas mais difíceis para os primeiros horários da manhã, pois é quando tenho energia suficiente para enfrentá-las, deixando as tarefas mais fáceis para a tarde.

Cronometre suas tarefas

Se a tarefa é difícil, você tem duas opções:

1. Ligue o cronômetro e trabalhe nela por um período específico de tempo;

2. Identifique uma tarefa e trabalhe nela por 10 minutos e faça uma pausa de 2 minutos; em seguida, fique em uma outra tarefa por 10 minutos e fala outra pausa de 2 minutos — faça isso por cinco vezes e você terá começado cinco grandes projetos. Ou você pode fazer isso com um único projeto.

Reduza seu tempo cinza

Seu tempo pode ser definido como branco, preto ou cinza. O branco se refere ao tempo passado com amigos e família, quando você está fazendo as atividades que não são relacionadas ao trabalho. O preto refere-se ao tempo passado trabalhando e resolvendo suas tarefas. E, por último, o cinza se refere ao tempo gasto entre os dois, o que deve ser evitado — trabalhar no seu laptop enquanto assiste à TV definitivamente é tempo cinza.

Sendo assim, escolha: você deve ou trabalhar ou assistir a TV — fazer os dois não é nem relaxante nem produtivo. Separe de forma clara o seu tempo e espaço entre vida profissional e a vida doméstica.

Configure os sistemas de comunicação

Isso é especialmente importante em um escritório aberto, porque é fácil ser interrompido ou interromper os outros. Para evitar que isso aconteça, definia limites sobre quando você está disponível e quando não está. Coloque os fones de ouvido ou invente uma maneira divertida de dizer “não perturbe” (por exemplo, usando um chapéu vermelho).

Trabalhe em etapas

Faça todos os seus calls, por exemplo, em conjunto, mesmo que estejam divididos entre projetos diferentes.

Agende uma “reunião para uma pessoa”

Reserve uma sala de reuniões para utilizar sozinho ou vá a um café e concentre-se no que você precisa fazer. Esse é seu tempo reservado para focar.

Organize as suas listas de tarefas pelo contexto delas

Por exemplo, suas listas podem ser divididas em: 1) Lista de calls; 2) lista de afazeres de casa; 3) lista de afazeres do trabalho; e 4) lista de e-mails para enviar.

Ligue o modo chefe

É tentador se sentir constantemente pressionado a “fazer”, mas, sendo da liderança, às vezes você precisa parar de fazer para pensar. Tire um tempo (eu faço isso no final do dia ou durante a manhã) para olhar para o dia ou a semana anterior, rever projetos e ações e quebrar os grandes projetos em tarefas gerenciáveis (por exemplo: se você está saindo de férias, pesquise online, verifique os preços, reserve e pague).

Saiba que você sempre vai ter mais para fazer do que você consegue

Você sempre terá mais demanda do que tempo, e você sempre vai querer colocar as mãos em tudo. Mas você não consegue fazer isso — ninguém consegue, mesmo que algumas pessoas pareçam poder. Por isso, trabalhe de forma eficiente, descanse bastante e tire um tempo para curtir. Já dizia James Howell: ““Trabalho sem diversão faz de Jack um bobalhão”.

junho 1, 2015 Posted by | Dicas, GTD, Produtividade | Deixe um comentário

Crise faz empresas pisarem no freio em pesquisa e inovação


Fonte: Gazeta Do Povo

Crise faz empresas pisarem no freio em pesquisa e inovação
Com menor disposição para investir em novos produtos e processos, empresários perdem a chance de alavancar crescimento em tempos bicudos

A reação é quase automática: diante do aumento generalizado de custos de produção e da queda nas vendas, os cortes no orçamento das empresas serão justamente nas áreas em que os recursos aplicados são vistos como despesas e não investimento. Enquanto a pesquisa e o desenvolvimento não geram resultados, a inovação é que paga a conta.

INFOGRÁFICO: Registros de patentes caem e empresários reduzem intenção de inovar

Estímulo a startups pode ser uma saída
As pequenas empresas, em especial as de base tecnológica, podem ter um grande papel no estímulo à inovação brasileira. Criadas em modelos globais, elas trazem no DNA a característica fundamental de quem precisa aprimorar constantemente processos para alcançar melhores resultados, incluindo mercados internacionais.

“As startups estão inseridas em modelos globais e têm alto impacto no desenvolvimento econômico. São flexíveis e arrojadas ao buscar novos modelos de negócio. Fomentar essa atividade é uma forma de evitar a estagnação”, aposta Filipe Cassapo, do Centro de Inovação do Senai.

Reduzindo custos
Uma startup pode gerar soluções para novos processos que ajudam a reduzir custos e melhorar resultados de empresas convencionais. A Incorporato Tecnologia, especializada em automação industrial, oferece ferramentas para otimizar recursos de grandes empresas, permitindo que essas adquiram alguma forma de inovação, ao mesmo tempo em que desenvolve novas tecnologias para ampliar o portfólio.

“Temos sistemas eletrônicos de metrologia, para balanças e portarias industriais. É o que sustenta o negócio, enquanto a equipe desenvolve uma nova automação para residências”, explica o diretor comercial Vilmar Duarte.

A empresa foi beneficiada em um edital da Fundação Araucária e tem até o fim do ano para finalizar o projeto. Enquanto desenvolve o novo produto, a Incorporato ganha clientela com sistemas personalizados, onde mapeia áreas e troca de equipamentos para economia de energia, por exemplo. (APF)

Dados do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi) revelam que o número de depósito de patentes caiu 8,5% entre 2013 e 2014, quando considerados os pedidos feitos por residentes no Brasil. De maneira geral, a quantidade de novas patentes depositadas caiu 2,83% no período. Considerado um dos índices mais relevantes para a avaliação da inovação no país, a queda preocupa especialistas que acompanham o setor. “A decisão é desafiadora, pois o reflexo do corte é imediato, mas a consequência é no médio e longo prazo. Sem inovação, a empresa não melhora sua produtividade e resultados, pois não tem como diferenciar-se no mercado”, aponta o gerente do Centro de Inovação do Senai, Filipe Cassapo.

Quando optam por abrir mão de buscar novos processos ou lançar produtos, os gestores sucumbem ao reflexo negativo da economia em retração. A inovação é reduzida por causa da crise, quando é por ela que deveria ser estimulada como estratégia de competitividade. “São esses os momentos em que a ousadia e o pioneirismo são importantes. A inovação é a chave para debelar a crise”, lembra o professor Dálcio Roberto dos Reis, titular do doutorado em Administração da Universidade Positivo.

Linha de crédito
O BNDES lançou nesta segunda-feira (4) uma linha de crédito específica para investir em inovação. A taxa de juros será de acordo com o porte da empresa. No caso de micro, pequenas e médias, o custo será formado pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), hoje em 6%, mais 1,5%, além de 0,1% de intermediação financeira. Para empresas médias-grandes e grandes, o custo será a TJLP, mais 1,2%, e 0,5% de intermediação . O prazo máximo de financiamento será de 60 meses.

Veja também
Compartilhar histórias vira negócio
A briga que rachou a alta cúpula da Volkswagen
Incubadora do Tecpar abre inscrições
O pouco apetite para inovar também aparece na Sondagem da Inovação, realizada a cada trimestre desde 2010 pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). Pesquisa realizada em 400 empresas mostra que menos da metade (47,8%) apresentou um novo produto ou processo no quarto trimestre de 2014, praticamente o mesmo resultado do período anterior.

A disposição para virar o jogo também estava baixa antes de encerrar 2014: 54% declararam apostar em inovações no terceiro trimestre e chegando a 57,4% no último período, com planos de inovação para o início de 2015, revertendo a tendência negativa.

“Mesmo que o resultado efetivo seja menor do que a intenção no período seguinte, a taxa mostra alguma disposição para inovar. Por mais que a conjuntura adie os projetos, cedo ou tarde eles acabam realizados”, observa a diretora de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação da ABDI, Maria Luisa Campos Machado Leal.

Esforços
O desafio está em não deixar para muito mais tarde. O ajuste fiscal aplicado pelo governo federal prevê cortes em áreas sensíveis à inovação e o desempenho da Petrobras, responsável por 20% da geração de novas patentes no país, imersa em denúncias de corrupção e desvio de recursos, são aspectos sombrios do cenário no curto prazo.

Falta ainda aumentar esforços para reduzir a burocracia e facilitar o acesso ao crédito. Mas nem tudo está nas mãos do poder público. “É preciso mudar a cultura das empresas, algumas acomodadas e conservadoras, para a importância da inovação e essa é uma decisão que deve ser tomada pelos gestores. Ou buscam criar novos produtos, processos e modelos de negócio para expandir ou adotam a postura de acomodação e de retração”, diz Dálcio Reis.

Companhias fazem parcerias estratégicas para buscar resultados
Além de vender sua própria tecnologia a terceiros, as startups podem trabalhar de forma associada a outras empresas para projetos específicos do segmento de negócios. Esse modelo de inovação aberta também permite parcerias com centros de pesquisa e universidades, reduzindo custos e riscos.

A Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) apoia iniciativas entre empresas nascentes e líderes de mercado. Em 2014, desenvolveu um projeto com a 3M para identificação e fomento de projetos inovadores. Este ano, as empresas Natura e Samsung também investiram em parcerias semelhantes, de busca e incentivo a empreendimentos afinados com suas áreas de atuação. “Precisamos de iniciativas como essas para consolidar ainda mais esse modelo de desenvolvimento, que integra empresas de diferentes portes, e alavancar a inovação no Brasil”, diz a presidente da entidade, Franciele Procópio Garcia.

Exemplo
Com compromisso público de manter até 3% do faturamento líquido da empresa nos investimentos em inovação, a fabricante de cosméticos Natura chegou a 68% da receita de 2014 proveniente do lançamento de novos produtos. As parcerias abertas, realizadas desde 2003 em diferentes frentes – em associações com centros de pesquisas, pequenas empresas e programas com públicos interno e externo –, já respondem por mais da metade dos investimentos da empresa na área. “A campanha do Dia das Mães deste ano foi inspirada em um resultado do projeto Co-Criando Natura do ano passado, que envolve funcionários, vendedores e clientes”, explica a gerente de controle de redes de inovação, Luciana Hashiba.

Com o apoio da Anprotec, a empresa agora busca parceiros em empreendedores nascentes para desenvolvimento de diferentes tecnologias que respondam ao negócio da indústria. “A inovação aberta faz parte da estratégia da Natura. Isso garante lançamentos mais rápidos e maior agilidade no mercado”, diz. Entre 2012 e 2014, o número de novos produtos pulou de 104 para 239. No ano passado, a empresa investiu R$ 216 milhões em inovação. (APF)

maio 31, 2015 Posted by | Notícias, tendência de mercado | Deixe um comentário

Evento em Curitiba – Encontro com Angels do Brasil


O evento ocorrerá na FIEP em Curitiba, no dia 30/03, das 18:30hs às 21hs. Veja as informações, e a programação para outras cidades, aqui.

INTRODUÇÃO PARA EMPREENDEDORES

Nós recebemos centenas de projetos e é claro que nossos membros investidores escolhem os melhores (veja alguns exemplos aqui), assim, é absolutamente fundamental para ter sucesso que você esteja bem preparado lendo, estudando, pesquisando e apresentando antes de enviar sua proposta para nós. Para isto, a Anjos de Brasil criou várias ferramentas para você se preparar para ter sucesso. Abaixo apresentamos as mesmas as quais recomendamos ler atentamente todas:

LIVRO/E-BOOK “INVESTIDOR-ANJO – COMO CONSEGUIR INVESTIMENTO PARA SEU NEGÓCIO”

Picture

O Livro “Investidor-Anjo” foi escrito para atender a necessidade de orientação, tanto para empreendedores quanto investidores,  em como obter/efetivar investimento-anjo.

Para maiores informações sobre o mesmo vide no sitewww.investidoranjo.net 

50% dos direitos autorais deste livro são destinadas as ações da Anjos do Brasil de promoção e fomento do investimento-anjo para apoio ao empreendedorismo.


INFORMAÇÕES/ARTIGOS

CURSOS/WORKSHOPS

 Imagem

Com objetivo de capacitar empreendedores e investidores sobre investimento-anjo e se prepararem para sua obtenção/aplicação, elaboramos cursos/workshops específicos sobre este tema.

Estes cursos são realizados em conjunto com nossos parceiros, para terem a maior abrangência possível. Para maiores informações, acesse nossa página de Cursos.

Toda renda líquida destes cursos são destinadas as ações da Anjos do Brasil de promoção e fomento do investimento-anjo para apoio ao empreendedorismo.

março 24, 2015 Posted by | Eventos | , , | Deixe um comentário

Trezentas coisas gratuitas e sensacionais


Tungado do: Medium Brasil

WEBSITE GRATUITO + LOGO + HOSPEDAGEM + INVOICES

GERADORES DE NOMES PARA NEGÓCIOS E PROJETOS

  • The Name App: Encontre um nome disponível para sua brilhante ideia.
  • Naminum: Descubra o nome perfeito para sua empresa.
  • Short Domain Search: Nomes de domínios curtos e com uma só palavra à disposição.
  • Wordoid: Escolha um nome curto e chamativo para o seu negócio.
  • Hipster Business Name: Gerador de nome de empresas hipsters.
  • Impossibility: O melhor gerador de nomes de domínios de todos os tempos
  • Lean Domain Search: Encontre um nome de domínio para seu site em questão de segundos.
  • Domainr: Busca rápida e gratuita de nomes de domínio. URLs curtos.

TEXTOS / BLOGS

  • Hemingway: Este app torna sua escrita em inglês mais clara e impactante.
  • Grammarly: Localiza e corrige erros gramaticais em inglês.
  • Medium: Traga suas histórias e ideias.
  • ZenPen: Um processador de texto mínimo na web.
  • Liberio: Criação e publicação de ebooks, direto do Google Drive.
  • Editorial Calendar: Veja todos seus posts. Arraste e solte para organizar o seu blog.
  • Story Wars: Escreva histórias coletivamente.
  • Headline Analyzer: Analisa o valor de marketing emocional de manchetes (em inglês).
  • WP Hide Post: Controle a visibilidade de itens em seu blog.
  • Social Locker: Peça aos visitantes para “pagar” pelo seu conteúdo com um tweet, etc.
  • Egg Timer: Crie um timer e salve nos favoritos para usar novamente.

IDEIAS E TENDÊNCIAS DE CONTEÚDO

março 11, 2015 Posted by | Uncategorized | Deixe um comentário

Atenção: 50% do Mercado de Ações Vai Entrar em Colapso


Fonte: Money News
Tradução/Versão: Paulino R. e Silva

É apenas uma questão de tempo antes do mercado de ações desabar em 50% ou mais, de acordo com vários especialistas respeitados no mercado financeiro.

“Nós não temos o direito de sermos surpreendidos por uma eminente e severa quebra no mercado de ações”, explica Mark Spitznagel, gestor de um fundo hedge famoso por ter rendido bilhões de dólares ao apostar na crise de 2008. “Na verdade, nos  definitivamente devemos esperar por isto”.

Infelizmente Spitznagel não é o único.

“Nós estamos em uma bolha de ativos financeiros gigantesca”, alerta o consultor  e gestor de fundos suíço Marc Fabor“. “E ela pode explodir a qualquer momento.”

Faber não hesita em colocar a culpa nas gigantescas políticas do governo do Presidente Americano, Barack Obama, e em suas políticas de baixa taxa de risco da Reserva Federal, que, segundo ele, “penaliza aqueles que recebem rendimento e os que poupam – porque nossos pais são forçados a especular em ações e no mercado imobiliário e tudo mais neste cenário?”

O bilionário investidor Warren Buffet parece estar se preparando para quebra generalizada também. O “indicador Warren Buffet”, também conhecido como “Indicador Geral de Mercado em Relação ao PIB”, está noticiando um status para venda imediata de ações e um colapso pode ocorrer a qualquer momento.

Então, com um choque inevitável iminente, o que os investidores de Main Street fazem? Uma opção é vender todas suas ações e guardar o dinheiro embaixo do colchão; outra opção é arriscar tudo e enfrentar a tempestade.

Mas, de acordo com Sean Hyman, fundador da ‘Absolute Profits’, existe uma terceira opção.

“Existem setores específicos do mercado que tem garantias de um bom desempenho nos próximos meses”, explica Hyman. “Sair do mercado de ações agora pode sair caro.”

Mas como Hyman pode ter certeza?

Ele tem acesso à agenda sigiloso de Wall Street que ultrapassou o mercado em 250% desde 1968. Esta agenda simplesmente lista 19 investimentos (baseados em setores e mercado) e 38 datas para sua compra e venda, de forma que, alguém poderia transformar US$1000,00 em mais de US$178.000,00 em um período de 20 anos.

Nota do Editor: Sean Hyman Revela Sua Agenda neste Vídeo. Clique Aqui.

“Mas esta agenda é apenas parte de meu sistema de investimentos”, adiciona Hyman. “Eu também desenhei um Sistema de Alerta para Quebras que foi desenvolvido para avisar investidores antes de uma correção principal de rumo, também”.

(O Sistema De Alerta de Quebras foi programado por um dos responsáveis pelo código do sistema de padrões de vôo de mísseis nucleares na Guerra Fria, cuja precisão deveria ser o mais próxima de 100% possível).

Lyman explica que, se o mercado de ações começar a afundar, o Sistema de Alerta sinaliza um sinal para venda, avisando para que os investidores peguem seu dinheiro.

“Você poderia ter evitado completamente os colapsos de 2000 e 2008 se tivesse usado este sistema baseado em nossos testes anteriores”, explica Hyman. “Imagine quanto você teria se pudesse ter evitado aquelas corridas horríveis para venda”

Alguém pode achar que Hyman está muito auto-confiante, mas ele provou estar certo frente a milhões de pessoas, por várias vezes seguidas.

Em uma entrevista na Bloomberg em 2012, Hyman previu corretamente que as ações da Best Buy iriam cair abaixo de US$11 por opção, mas voltariam a US$40/opção nos próximos meses. As ações se comportaram exatamente como Hyman havia previsto.

Então, durante uma entrevista na Fox Business com Gerri Willis no começo de 2013, ele previu que o mercado iria sofrer uma alta de 15.000 pontos, apesar da corrida de vendas que estava assombrando os investidores. O mercado de ações quase que imediatamente se acertou e atingiu as previsões de Hyman.

“Muita gente acha que tenho sorte”, diz Hyman. “Mas não tem nada haver com sorte. Tem tudo haver com as algumas ferramentas que uso. Ferramentas como a agenda sigilosa de Wall Street e meu Sistema de Alerta de Quebras”.

Com mais incertezas financeiras do que nunca, milhares de pessoas tem procurado pelo direcionamento de Sean Hyman. Ele tem mais de 114.000 leitores em sua coluna mensal e seus vídeos de investimento tem milhões de visitas.

Em um vídeo recente, Hyman não apenas revela sua agenda de investimentos (‘The secret Wall Street Calendar), como também seu Sistema de Alerta para Quebras funciona, de maneira que qualquer um pode seguir suas instruções. (clique aqui para ver agora).

janeiro 1, 2015 Posted by | artigo, Dinheiro, Investimento, Planejamento | , , , , | Deixe um comentário

“Minha Casa, Minha Vida” irá causar uma das piores crises no Brasil


Fonte: OgroDaFloresta

Alerta: Crise a Vista no Brasil. Dicas de sobrevivência.

Estamos no limiar do início da descida de um gráfico, semelhante a uma curva de sino, ocasionada pela bolha especulativa imobiliária causada por uma euforia imobiliária causada pelo financiamento irresponsável de um programa Federal chamado ‘Minha Casa, Minha Vida’.
O fato é que os imóveis, vendidos na planta, começaram a ser entregues agora. E é neste momento que as empresas recebem a maior parte do pagamento pelos empreendimentos, repassados ao sistema financeiro privado. Mas a Caixa-Econômica – seguindo a cultura corporativa de um governo que prima a política ideológica ao invés da técnica e bem_valia – fez uma distribuição eleitoral destes financiamentos. O resultado? Centenas de milhares de financiamento negados, pois as pessoas que compraram não tem como pagar aos bancos. Mais da metade dos imóveis adquiridos pelo ‘Minha Casa, Minha Vida’ não vão ter sequer a primeira parcela paga.
Isto vai causar, a princípio, uma quebra generalizada de Construtoras, Incorporadoras e Imobiliárias. O preço dos imóveis vai cair abaixo do preço que antecedeu a bolha especulativa, o valor dos alugueis vai subir, o desemprego aumentar e podemos esperar uma crise de crédito generalizada. Com isto a previsão de taxa do crescimento para o PIB, que já está baixo, provavelmente vai cair ainda mais para 2015, elevando o risco país e afastando investidores. E o governo, para manter o dinheiro estrangeiro, irá usar a velha (e tosca) fórmula de aumentar a taxa de juros. Nossa dívida interna, que já superava 2.2 trilhões em 2013, irá disparar nos próximos meses.
Com a escassez de liquidez no mercado, aumento de taxa de juros e endurecimento das linhas de crédito pelos bancos, o dinheiro inevitavelmente irá ficar mais caro no Brasil (oferta e procura). Os juros bancários irão aumentar e grande parte da população passará a pagar juros ainda maiores aos bancos (o que é um absurdo num país que absorveu o péssimo hábito de comprar parcelado como cultura, e onde os juros compostos de crédito ultrapassam os 1000% ao ano). Os bancos irão lucrar como nunca.
O Banco Central será obrigado a intervir e uma das principais medidas será a de emitir mais moeda no mercado; isto fará com que as moedas em circulação tenham menor valor e trará novamente um reajuste desordenado de preços. Aposto numa perigosa inflação de preços, já na primeira metade de 2015, que será uma das preocupações do governo nos próximos anos.
Sabendo disto, algumas dicas:

  1. Se tiver algum imóvel pra vender, faça-o agora; guarde o dinheiro e tenha liquidez na crise para fazer excelentes negócios;
  2. Se gosta (e sabe) investir em ações, títulos da dívida pública federal são um bom negócio… Acredito que NTN’s e LTN’s irão – necessariamente – valorizar para atrair dinheiro estrangeiro. Ações de bancos como o HSBC ou SANTANDER também serão atrativos (fuja do Banco do Brasil e Caixa-Econômica Federal);
  3. Títulos estáveis, cuja procura aumenta exponencialmente nas crises, também irão valorizar (o ouro, por exemplo, já está em franco processo de valorização);
  4. FUJA de financiamentos de longo prazo.
  5. Se você tem algum comércio ou negócio, é sempre bom repetir: Estamos no momento de VENDER, não de COMPRAR. Liquidez nos próximos meses vai valer ouro.
  6. Para aqueles que trabalham com vendas de produtos de alta rotatividade, mas com quase ou nenhum estoque: Vamos entrar num túnel de inflação e uma pequena reserva de produtos poderá alavancar seus lucros, compensando a inevitável queda nas vendas.
  7. Aumentem a análise de crédito: O primeiro sintoma a ser notado é que o valor das vendas vai cair e os parcelamentos vão aumentar… O trem nunca para de uma vez só, e parcelamentos mais longos e em valores menores indicam que logo vc vai estar sofrendo com a inadimplencia de muitos clientes.
  8. Evite a qualquer custo o endividamento em moeda estrangeira (Dolar, Libra ou Euro). O Real vai, inevitavelmente, desvalorizar. Se estiver planejando viajar no final do ano, compre dólar o quanto antes (armazenando em um cartão como o Confidence ou similar… Uma outra alternativa é o BitCoin, que não está sujeito a IOF e tem uma taxa de conversão bem menor);

Notícias Correlatas

Saiba mais: http://www.ogrodafloresta.com.br/2014/05/20/alerta-crise-a-vista-no-brasil-dicas-de-sobrevivencia/#ixzz32JfHyZx0
Under Creative Commons License: Attribution Non-Commercial Share Alike

maio 21, 2014 Posted by | artigo, Dicas, Dinheiro | , , | Deixe um comentário

Cinco dicas para iniciar um novo negócio


Tungado do Blog Marketing Empreendedor

1. Só porque sua mãe e seu melhor amigo pensam que é uma boa idéia, isso não quer dizer que seja “a verdade”.

Quando você estiver na fase da “idéia” do novo negócio, divida com o maior número possível de pessoas, principalmente para “potenciais clientes”.  Divida com estranhos. Divida com empreendedores de sucesso, se possível com alguém que conheça do ramo de atividade. Divida com especialistas em novos negócios, consultores.                             E o MAIS IMPORTANTE: Converse com POTENCIAIS CLIENTES.

2. Existe uma grande diferença entre uma hipótese de potencial mercado para um produto ou serviço e um “mercado testado”.

Nunca inicie um negócio baseado apenas em um pressuposto de que consumidores irão comprar seu produto ou serviço. Só porque você criou o melhor “suporte para copos” já produzido na história da humanidade, isso não significa que consumidores o comprarão. Volte a idéia de “Converse com POTENCIAIS CLIENTES” e teste sua hipótese, quanto mais você testar mais assertividade você terá. Você não imagina quantas idéias e sugestões irá encontrar nessas conversas.

3. Apaixone-se por sua idéia

Apaixone-se por sua idéia de negócio, mas não case com ela ainda. Conheço muitos empreendedores que estão apaixonados por suas idéias de negócios, por suas empresas de tal forma que não conseguem se dar conta de que essa “paixão” está lhes fazendo mal, simplesmente por ser uma má idéia de negócio.  Se “todo mundo” está lhe dizendo que não é uma idéia tão boa assim, ou que é uma má idéia – será que todos estão errados e só você está certo? Não se apegue a esses pensamentos, siga em frente, adapte sua primeira idéia ou até mesmo tente outro modelo de negócio!

4. Iniciar um novo negócio é mais simples do que você imagina. Manter um novo negócio é muito mais difícil do que você pode imaginar.

Iniciar um novo negócio é realmente muito simples. Centenas, milhares de novas empresas são abertas no Brasil todos os anos. Mas grande parte destas “quebram” nos primeiros anos de atividade. Uma vez aberta a empresa, busque sempre conselho de empreendedores mais experientes, consultorias, treinamento, estude muito. Estude seus concorrentes e busque se diferenciar deles, você deve fazer algo diferente dos seus concorrentes e algo melhor que eles. Ouça seus clientes com muito cuidado e atenção, eles são seu bem mais precioso e uma fonte inesgotável de informações e o melhor de tudo: Eles fazem isso de graça. Coloque muita força e disposição para “tocar” o seu negócio, não existe segredo, o resultado que você irá alcançar depende do tamanho do esforço que fizer.

5. Agora o mais importante: Busque a felicidade sempre!          

Certa vez ouvi de um amigo que trocou uma carreira de sucesso em um grande banco pela vontade de empreender, que devemos sempre buscar a felicidade. Esse conselho faz todo sentido para mim e me esforço sempre para buscar a felicidade, em tudo o que faço. Penso que só acumular riquezas e status social é muito pouco para uma vida, por tanto: Busquem a felicidade sempre!

agosto 14, 2013 Posted by | Uncategorized | , , | Deixe um comentário

O uso estratégico das patentes em domínio público


Fonte: Revista Perspectiva ISAE – edição de Agosto de 2013

99,7% do conhecimento mundial é de livre uso no Brasil

Crédito: SXC

Os documentos de patentes contêm conteúdo exclusivo

A maioria das empresas brasileiras ainda acredita que inovação só é possível em grandes empresas que possuem recursos materiais, técnicos e humanos disponíveis para realizar investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D). No entanto, a P&D representa apenas uma das fontes de inovação. Existem outras formas de inovar, tais como a pesquisa em Bancos de Patentes e, mais especificamente, as informações contidas nesses nestes documentos, que na maioria das vezes, não possui proteção no Brasil. Tal mecanismo é tão poderoso quanto negligenciado pelas empresas brasileiras.

Para ter uma ideia, do montante do conhecimento acessível desta forma, dados da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) mostram que o número de patentes concedidas no Brasil representa apenas 0,3% do número de patentes concedidas no mundo. Ou seja, aproximadamente 99,7% do conhecimento que tem dono no mundo são de livre utilização no Brasil.

Além disso, diversos estudos demonstram que por volta de 80% do conteúdo contido nos Bancos de Patentes não é revelado por nenhum outro meio de comunicação. Ou seja, os documentos de patentes contêm conteúdo exclusivo, que não é divulgado por nenhuma outra fonte.

As tecnologias em domínio público não são apenas aquelas cujo período de vigência da patente expirou, mas também aquelas em que os pedidos foram arquivados por falta de pagamento de taxas e, especialmente, as que não foram depositadas no Brasil por seus titulares por qualquer razão. Tecnologias não protegidas no Brasil ou em domínio público são de livre utilização para quem quiser explorá-las, Sem necessidade de pedido de licença, pagamento de royalties ou qualquer outra formalidade.

É claro que o conhecimento em domínio público não poderá ser patenteado no Brasil, a menos que se realize algum aperfeiçoamento ou alteração significativa.

Os Bancos de Patentes podem ser acessados gratuitamente, via internet, por qualquer interessado nos bancos de patente públicos. Mas, para os projetos de maior porte, vale a pena contratar um profissional experiente da área, que realize as buscas em softwares comerciais, que permitem acesso a um maior número de informações, de forma mais selecionada.

Logo, aflora a importância da utilização desse mecanismo como forma de alavancar a inovação nas empresas e, por consequência, do país, extremamente acessível às empresas de todos os portes e setores econômicos.

agosto 12, 2013 Posted by | Uncategorized | , , , | 1 comentário

Business Model Canvas


Ferramenta de modelagem de negócios essencial para startups, aceleradoras e empresas ampliando ou reavaliando seu mercado e linha de atuação

outubro 24, 2012 Posted by | Uncategorized | , , , | 2 Comentários

BB lança linha de crédito para projetos destinado à Copa do Mundo


Fonte: UOL Notícias

SÃO PAULO – O Banco do Brasil anunciou nesta quarta-feira (17) uma linha de crédito destinada às pequenas e médias empresas que pretendem desenvolver projetos relacionados à Copa das Confederações, em 2013, e à Copa do Mundo, em 2014.

A linha denominada de FAT Turismo estabelece taxa de juros a partir de TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo) mais 4,5% ao ano (equivalente a partir de 0,82% ao mês).

O prazo de pagamento varia conforme a destinação dos recursos. Para financiamento de investimentos, o prazo é de 84 meses, incluídos até 24 meses de carência. Para giro de capital, é de até 36 meses, sendo até 12 meses de carência. O teto financiável para capital de giro é de até R$ 500 mil, e até R$ 1,5 milhão para investimentos. Recursos do FAT A linha contará com recursos do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador) e é destinada às empresas que faturaram anualmente até R$ 25 milhões.

Para o diretor de Micro e Pequenas Empresas do BB, Adilson do Nascimento Anísio, “com o FAT Turismo, que complementa o amplo portfólio de crédito, o Banco do Brasil cumpre seu papel de apoiar o desenvolvimento do País, colocando-se ao lado das empresas envolvidas nos importantes projetos de infraestrutura em andamento, contribuindo para geração de emprego e renda”.

outubro 18, 2012 Posted by | Uncategorized | , , , | 1 comentário

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 103 outros seguidores